terça-feira, 18 de dezembro de 2012

ROMANOS 12:1—2: NÃO VOS CONFORMEIS COM ESSE SÉCULO



Em Romanos 12:1—2, o apóstolo diz, na versão NTLH:

1  Portanto, meus irmãos, por causa da grande misericórdia divina, peço que vocês se ofereçam completamente a Deus como um sacrifício vivo, dedicado ao seu serviço e agradável a ele. Esta é a verdadeira adoração que vocês devem oferecer a Deus.

2  Não vivam como vivem as pessoas deste mundo, mas deixem que Deus os transforme por meio de uma completa mudança da mente de vocês. Assim vocês conhecerão a vontade de Deus, isto é, aquilo que é bom, perfeito e agradável a ele.

Esse é um dos trechos mais práticos e objetivos do Novo Testamento, quando o assunto é vivermos de modo distinto do mundo ao nosso redor. A expressão grega συσχηματίζεσθεsuschematízesthe — traduzida por “não vivam como vivem as pessoas desse mundo”, significa CONFORMAR-SE ao padrão estabelecido por outro ou moldar-se de acordo com a vontade de outro. Ou seja, Paulo está nos advertindo quanto aos perigos de seguirmos o ESQUEMA desse mundo, idéia essa que está contida na palavra grega original mencionada acima.

O esquema desse mundo, não deve nos surpreender, é algo perverso e mal conforme a explicação que Paulo nos dá em:

Efésios 2:1—3

1  Ele vos deu vida, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados,

2  nos quais andastes outrora, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe da potestade do ar, do espírito que agora atua nos filhos da desobediência;

3  entre os quais também todos nós andamos outrora, segundo as inclinações da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos, por natureza, filhos da ira, como também os demais.

O mundo, em seu esquema diabólico é, extremamente, sedutor e nos atai com violência para dentro do seu forte e pulsante ritmo. O mundo deseja moldar nossas vidas de acordo com seus próprios padrões, seus modismos, suas modas, sua diversão, seus princípios e sua filosofia — manifestada em forma de ideias e artes.

Mas nós como verdadeiros filhos de Deus, devemos entender essa realidade e reagir de acordo ao mundo e à pressão que o mesmo exerce, continuamente, sobre nós tentando nos fazer “entrar” em seu molde. Nos precisamos nos lembrar sempre de duas coisas:

1. Primeiro que o mundo não nos ama:

João 15:19 
Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu; como, todavia, não sois do mundo, pelo contrário, dele vos escolhi, por isso, o mundo vos odeia.

2. O mundo não possui verdadeira sabedoria, portanto, não pode nos ensinar nada:

1 Coríntios 2:6—8

6 Entretanto, expomos sabedoria entre os experimentados; não, porém, a sabedoria deste século, nem a dos poderosos desta época, que se reduzem a nada;

7 mas falamos a sabedoria de Deus em mistério, outrora oculta, a qual Deus preordenou desde a eternidade para a nossa glória;

8 sabedoria essa que nenhum dos poderosos deste século conheceu; porque, se a tivessem conhecido, jamais teriam crucificado o Senhor da glória.

Seguir nos caminhos do mundo é um caso grave de cegueira espiritual. Deus nos ama e Deus é Sábio e Seus caminhos são bons e eternos. Romanos 12:1—2 não nos exorta apenas a não nos conformarmos com o mundo. Esses versos também nos explicam como podemos vencer o mundo.

1. A primeira forma de vencermos o mundo é mantermos um relacionamento firme e comprometido com Jesus Cristo, do topo das nossas cabeças até a planta dos nossos pés. Isso pode ser visto na descrição que encontramos em Romanos 12:1. A razão porque a maioria dos crentes se sente atraída e sucumbe aos encantamentos do mundo é: ou porque eles não conhecem Jesus Cristo — a maioria está nessa categoria — ou porque, se o conhecem, ainda não se consagraram completamente a Ele. Essa falta de consagração se manifesta na falta de uma profunda comunhão com o Senhor no dia a dia.

2. A segunda maneira de obtermos a vitória sobre o mundo é termos nossas vidas transformadas pela renovação das nossas mentes. A pressão interna para resistir ao mundo e seus encantos deve ser maior do que a pressão externa que procura nos encaixar no molde desse mundo. A força que alimenta essa pressão interna precisa, necessariamente, ter origem, no Espírito Santo e na Palavra de Deus. Todo crente que enche sua vida e sua mente com o Espírito Santo e com a Palavra de Deus, não apenas como um exercício rotineiro, mas como uma atitude de consagração e entrega absoluta terá toda a força necessária para resistir ao mundo e sua pressão.

3. Em terceiro lugar, para sermos vitoriosos sobre esse mundo é necessários perseverarmos em fazer a vontade de Deus como revelada por Jesus Cristo e também na Bíblia. Note que Paulo fala da perfeita e agradável vontade de Deus. Todos nós sabemos que um objeto em constante movimento não é fácil de ser atingido ou de ser parado. Por esse motivo, nós cremos que, se o cristão estiver ativamente buscando conhecer e colocar em prática a vontade de Deus em sua vida, e se estiver ocupado em servir a Deus com entusiasmo, ele não será, facilmente, atraído pelo mundo e suas vaidades.

Que Deus abençoe a todos.

Alexandros Meimaridis

PS. Pedimos a todos os nossos leitores que puderem que “curtam” nossa página no facebook através do seguinte link:


Desde já agradecemos a todos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário