domingo, 28 de maio de 2017

ENCONTROS DE PODER — 044 — A EVIDÊNCIA DO NOVO TESTAMENTO — PARTE 27 — OS ELEMENTOS DO UNIVERSO — PARTE 012 — UMA EXPOSIÇÃO DE EFÉSIOS 2:12 - AS FORÇAS ESPIRITUIAS DO MAL.


Resultado de imagem para FORÇAS ESPIRITUIAS DO MAL

Atenção esse artigo é parte de uma série onde pretendemos tratar dos alegados encontros de poder e de curas maravilhosas que nos são apresentadas todos os dias pelos pastores midiáticos. No final de cada estudo você encontrará links para outros estudos.

EFÉSIOS 6:12

Porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados — ἀρχάς — e potestades — ἐξουσίας, contra os dominadores — κοσμοκράτορας deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal — πνευματικὰ τῆς πονηρίας, nas regiões celestes.

TEXTO ORIGINAL EM GREGO:

12 ὅτι οὐκ ἔστιν ἡμῖν ἡ πάλη πρὸς αἷμα καὶ σάρκα ἀλλὰ πρὸς τὰς ἀρχάς, πρὸς τὰς ἐξουσίας, πρὸς τοὺς κοσμοκράτορας τοῦ σκότους τούτου, πρὸς τὰ πνευματικὰ τῆς πονηρίας ἐν τοῖς ἐπουρανίοις.

O texto acima é a principal passagem utilizada na interpretação demoníaca dos poderes. De fato, nenhuma outra interpretação é possível para esse texto. Nele encontramos, pela primeira vez, a expressão κοσμοκράτορας kosmokrátoras — dominadores que, claramente, se refere a seres demoníacos. O significado dessa expressão deve ser procurado junto aos significados de ἀρχάς archhás — principados, ἐξουσίαςexousías — dominadores e πνευματικὰ pneumatikà — espirituais. Nesse verso nós temos um ajuntamento de termos que descrevem as forças inefáveis, invisíveis e espirituais do mal que abarcam o mundo inteiro. A intenção de tal lista, como já vimos anteriormente, é ser compreensiva. Portanto, nós devemos incluir nessas expressões todos os poderes mencionados anteriormente — ver lista completa de estudos abaixo — não apenas os divinos, mas também os humanos, não apenas os personificados, mas também os estruturados, não apenas demônios e reis, mas a atmosfera mundial e o poder investido nas instituições, nas leis, nas tradições e também nos rituais. Todos esses elementos acumulados quando levados em conta cumulativamente são os grandes responsáveis pela sensação da existência de um império das trevas, que é presidido por poderes superiores.

Colossenses 1:13

Ele nos libertou do império das trevas e nos transportou para o reino do Filho do seu amor.

Os chamados κοσμοκράτορας kosmokrátoras — dominadores são semelhantes àqueles que têm domínio sobre o mundo, tanto os seres humanos destacados pela aristocracia, educação, habilidades políticas, riqueza e etc., que parecem ser superiores a todos nós, mortais comuns, como também os outros poderes que estão acima e abaixo da nossa visibilidade e que são parte dos elementos do mundo, que controlam desde as revoluções dos elementos celestiais, até o crescimento das plantas.

Não podemos nos esquecer do espírito de império, que se perpetua por uma sucessão de governantes, que no caso de Roma, teve que suportar a loucura de três imperadores num único século — Calígula, Nero e Domiciano. Também não podemos deixar de lado toda e qualquer forma de idolatria institucional, seja religiosa, comercial, educacional, de mercado, de Estado, pois todos esses se empenham apenas em produzir seu próprio bem estar que é utilizado como padrão ético e moral, por meio do qual promovem a destruição dos profetas, a perseguição dos que não se alinham com suas ideias e o ostracismo dos oponentes.

Uma força de ataque tão formidável requer o uso de armas espirituais, pois está claro que não estamos lutando contra sangue e carne. Mas estamos lutando contra a legitimização da violência, contra os assentos de poder desse mundo, contra sistemas hierárquicos, contra justificativas ideológicas e sanções punitivas que seres humanos encarregados de infligir, exercitam a favor de seus dominadores e contra a maioria do povo da terra. Estamos falando da dimensão sobre-humana do poder manifestada nas instituições e no cosmos e não os seres humanos que o representam que precisam ser combatidos. Note que os seres humanos podem até mesmo ser substituídos por outros seres humanos, mas esses seguirão fazendo a mesma coisa que todos os seus predecessores, independentemente de suas preferências pessoais, porque é isso que a instituição exige para sua própria sobrevivência. É essa qualidade sobre-humana que é responsável pela aparência quase celestial, maior que a própria vida, quase eterna do caráter dos poderes.

CONTINUA...

Listas dos Estudos de Encontros de Poder

001 — Introdução =

002 — A Linguagem de “Poder” no Novo Testamento = Expressões Diversas

003 — A Linguagem de “Poder” no Novo Testamento = ἀρχῆ arché e ἄρχων árchon.

004 – A linguagem de “Poder” no Novo Testamento = ἐξουσίαιςexousías – potestades, autoridades.

005 – A linguagem de “Poder” no Novo Testamento = δυνάμειςdunámeis — poderes.

006 – A linguagem de “Poder” no Novo Testamento = Θρόνοιthrónoi — tronos.

007 — A Linguagem de “Poder” no Novo Testamento = κυριοτῆς kuriotês — domínio.
008 — A Linguagem de “Poder” no Novo Testamento = ὀνόματιonómati — nome.

009 — A Linguagem de “Poder” no Novo Testamento = ἄγγελοs ággelos — anjo.

010 — A Linguagem de “Poder” no Novo Testamento = δαιμονίον daimoníon — demônio, πνεῦμα τὸ πονηρὸνpneûma tò ponirònespírito maligno, ἀγγέλους τε τοὺς μὴ τηρήσαντας τὴν ἑαυτῶν ἀρχὴνangélous te toùs me terèsantas tèn eautôn archèn — anjos, os que não guardaram o seu estado original ou anjos caídos.

011 — A Linguagem de “Poder” no Novo Testamento = ἀγγέλους  τῶν ἐθνῶν angélous tôn ethnôn — anjos das nações.

012 — A Linguagem de “Poder” no Novo Testamento = ἀγγέλους  τῶν ἐθνῶν angélous tôn ethnônanjos das nações — Parte 2.

013 — A Linguagem de “Poder” no Novo Testamento = ἀγγέλους  τῶν ἐθνῶν angélous tôn ethnônanjos das nações — Parte 3 — Final.

014 — A Evidência do Novo Testamento – Parte 1 — Introdução

015 — A Evidência do Novo Testamento — Parte 2 — As Passagens Disputadas — 1 Coríntios 2:6—8 — Parte 1

016 — A Evidência do Novo Testamento — Parte 3 — As Passagens Disputadas — 1 Coríntios 2:6—8 — Parte 2

017 — A Evidência do Novo Testamento — Parte 3 — As Passagens Disputadas — Romanos 13:1—3

018 — A Evidência do Novo Testamento — Parte 4 — As Passagens Disputadas — Romanos 8:31—39

019 — A Evidência do Novo Testamento — Parte 5 — As Passagens Disputadas — 1 Coríntios 15:24—27a — PARTE 1

020 — A Evidência do Novo Testamento — Parte 6 — As Passagens Disputadas — 1 Coríntios 15:24—27a — PARTE 2

021 — A Evidência do Novo Testamento — Parte 7 — As Passagens Disputadas — Colossenses 3:13—15 — PARTE 1

022 — A Evidência do Novo Testamento — Parte 8 — As Passagens Disputadas — Colossenses 3:13—15 — PARTE 2

023 — A Evidência do Novo Testamento — Parte 9 — As Passagens Disputadas — Efésios 1:20—23 — AS REGIÕES CELESTIAIS — PARTE 1

024 — A Evidência do Novo Testamento — Parte 10 — As Passagens Disputadas — Efésios 1:20—23 — AS REGIÕES CELESTIAIS — PARTE 2

025 — A Evidência do Novo Testamento — PARTE 11 — As Passagens Disputadas — EFÉSIOS 1:20—23 — PARTE 3

026 — A Evidência do Novo Testamento — PARTE 12 — As Passagens Disputadas — EFÉSIOS 1:20—23 — PARTE 4

027 — A Evidência do Novo Testamento — PARTE 13 — As Passagens Disputadas — EFÉSIOS 1:20—23 — PARTE 5

028 — A Evidência do Novo Testamento — PARTE 14 — As Passagens Disputadas — EFÉSIOS 1:20—23 — PARTE 6

029 — A Evidência do Novo Testamento — PARTE 15 — As Passagens Disputadas — EFÉSIOS 1:20—23 — PARTE 7 — A DESTRUIÇÃO DA MORTE E DE SEUS ALIADOS

030 — A Evidência do Novo Testamento — PARTE 16 — As Passagens Disputadas — COLOSSENSES 1:16 — A CRIAÇÃO DE TODAS AS COISAS POR MEIO DE E PARA O PRÓPRIO CRISTO

031 — A Evidência do Novo Testamento — PARTE 16 — As Passagens Disputadas — COLOSSENSES 1:16 — TENTANDO DEFINIR OS PODERES

032 — A Evidência do Novo Testamento — PARTE 16 — As Passagens Disputadas — COLOSSENSES 1:16 — TENTANDO DEFINIR OS PODERES —PARTE 002

033 — A Evidência do Novo Testamento — PARTE 17 — As Passagens Disputadas — OS ELEMENTOS DO UNIVERSO — PARTE 001

034 — A Evidência do Novo Testamento — PARTE 18 — As Passagens Disputadas — OS ELEMENTOS DO UNIVERSO — PARTE 002

035 — A Evidência do Novo Testamento — PARTE 19 — As Passagens Disputadas — OS ELEMENTOS DO UNIVERSO — PARTE 003

036 — A Evidência do Novo Testamento — PARTE 20 — As Passagens Disputadas — OS ELEMENTOS DO UNIVERSO — PARTE 004

037 — A Evidência do Novo Testamento — PARTE 21 — As Passagens Disputadas — OS ELEMENTOS DO UNIVERSO — PARTE 005

038 — A Evidência do Novo Testamento — PARTE 22 — As Passagens Disputadas — OS ELEMENTOS DO UNIVERSO — PARTE 006

039 — A Evidência do Novo Testamento — PARTE 23 — As Passagens Disputadas — OS ELEMENTOS DO UNIVERSO — PARTE 007

040 — A Evidência do Novo Testamento — PARTE 24 — As Passagens Disputadas — OS ELEMENTOS DO UNIVERSO — PARTE 008

041 — A Evidência do Novo Testamento — PARTE 25 — As Passagens Disputadas — OS ELEMENTOS DO UNIVERSO — PARTE 009

042 — A Evidência do Novo Testamento — PARTE 26 — As Passagens Disputadas — OS ELEMENTOS DO UNIVERSO — PARTE 010

043 — A Evidência do Novo Testamento — PARTE 27 — As Passagens Disputadas — OS ELEMENTOS DO UNIVERSO — PARTE 011 — O PRÍNCIPE DA POTESTADE DO AR

044 — A Evidência do Novo Testamento — PARTE 28 — As Passagens Disputadas — OS ELEMENTOS DO UNIVERSO — PARTE 012 — AS FORÇAS ESPIRITUAIS DO MAL — PARTE 001
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2017/05/encontros-de-poder-044-evidencia-do.html

Que Deus abençoe a todos.

Alexandros Meimaridis.

PS. Pedimos a todos os nossos leitores que puderem que “curtam” nossa página no Facebook através do seguinte link:



Desde já agradecemos a todos.

Os comentários não representam a opinião do Blog O Grande Diálogo; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

sábado, 27 de maio de 2017

GRUPO MAÇÔNICO EXIGE RENÚNCIA DE MICHEL TEMER E DIRETAS JÁ



Um grupo maçônico denominado Maçons Progressistas do Brasil — MPB — lançou um manifesto exigindo a renuncia do Sr. Michel Temer da presidência da República e eleições diretas já.
O material abaixo foi publicado no site do Jornalista Esmael de Moraes de Curitiba.

URGENTE: Manifesto da Maçonaria exige renúncia de Temer e Diretas Já
26 de maio de 2017 por Esmael

A Maçonaria Brasileira lançou manifesto nesta sexta-feira (26/5/2017) pedindo a renúncia do ilegítimo Michel Temer e Diretas Já para todos os níveis.

O documento assinado pelos “Maçons Progressistas do Brasil-MPB” exige “a imediata renúncia do Sr Michel Temer e a convocação de eleições diretas e gerais para que o povo opine sobre os rumos que o país deve tomar”.

Na carta manifesto, os maçons afirmam que o atual ocupante do Palácio do Planalto encontra-se desprovido de qualquer patrimônio moral, atributo indispensável ao governante maior da nação brasileira.

Leia a íntegra do manifesto dos maçons:

Carta Aberta aos Brasileiros

Nós, Maçons Progressistas do Brasil – MPB, movimento organizado, suprapartidário, que zela pelos valores democráticos, pela pluralidade de ideias e pela justiça social, propugnados na constituição cidadã de 1988, vimos a público manifestar nosso profundo descontentamento com o estado atual de completo descrédito por que passa o governo brasileiro sob a presidência do Sr Michel Temer.

Compreendemos que após assumir o comando do país via golpe parlamentar travestido de impeachment e levado a cabo pelo então presidente da câmara, Eduardo Cunha, o Sr Michel Temer tem trabalhado para destruir as garantias e direitos sociais duramente conquistados pelo povo brasileiro durante décadas de luta. Sabemos que o programa de governo que vem sendo implementado pelo presidente ilegítimo foi rechaçado nas urnas. Por isso entendemos que este governo não tem legitimidade sequer para propor as alterações que almeja nas legislações trabalhista e previdenciária, muito menos para implementar medidas que comprometem o futuro do país, transferindo a empresas estrangeiras riquezas naturais do nosso Brasil.

Além de carecer de legitimidade, o atual ocupante do Palácio do Planalto encontra-se desprovido de qualquer patrimônio moral, atributo indispensável ao governante maior da nação brasileira. Não bastava o áudio no qual o Ex-ministro do planejamento, Romero Jucá, foi flagrado detalhando o golpe e associando as figuras do então deputado Eduardo Cunha a Michel Temer na trama, agora o próprio Temer é flagrado em conversas nada republicanas com um diretor da empresa JBS. Conversas estas que versam sobre compra de juízes e promotores, além de pagamentos para garantir o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha.

Diante desses e de outros fatos, tornamos pública nossa posição de exigir a imediata renúncia do Sr Michel Temer e a convocação de eleições diretas e gerais para que o povo opine sobre os rumos que o país deve tomar.

Pra finalizar, colhemos excerto de texto sagrado, para asseverar que: a nossa luta é para que “Corra, porém, o juízo como as águas, e a justiça como o ribeiro impetuoso”(Amós 5,24). E que assim seja!
Fraternalmente,

Maçons Progressistas do Brasil-MPB

O artigo original poderá ser visto por meio desse link aqui:


O documento original poderá ser visto por meio desse link:


NOSSO COMENTÁRIO:

Numa hora em que sobram evidências da prática dos mais diversos crimes praticados por personalidades da República, nos chama a atenção que um grupo maçônico lance um manifesto como esse, citando, inclusive, uma passagem das Escrituras Sagradas, enquanto igrejas protestantes e evangélicas em geral, permanecem em silêncio.

Que Deus abençoe a todos.

Alexandros Meimaridis

PS. Pedimos a todos os nossos leitores que puderem que “curtam” nossa página no Facebook através do seguinte link:


Desde já agradecemos a todos.                   

Os comentários não representam a opinião do Blog O Grande Diálogo; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

sexta-feira, 26 de maio de 2017

ATAQUES CONTRA CRISTÃOS CONTINUAM NO EGITO


KHALED DESOUKI

Um dos grupos cristãos mais antigos — os coptas do Egito — continuam sofrendo violentos ataques e perseguição sob o olhar permissivo das autoridades egípcias e o silêncio criminoso das nações que se dizem cristãs.

Em novo atentando cometido no dia de hoje — 26 de Maio de 2017 — pelo menos 24 cristãos foram assassinados e outros 27 ficaram feridos. Isso depois dos atentados que deixaram 44 mortos e centenas de feridos no mês passado. Até quando?

Ver notícia anterior por meio desse link aqui:


As informações abaixo foram publicadas pelo site Brasil247.

AO MENOS 24 MORREM EM ATAQUE CONTRA ÔNIBUS DE CRISTÃOS NO EGITO
KHALED DESOUKI

Ao menos 24 pessoas morreram nesta sexta-feira (26) no Egito em um ataque de homens armados contra um ônibus que transportava cristãos, informou o ministério da Saúde; porta-voz, Khaled Megahed, também citou 27 feridos; ataque na província de Minya, ao sul do Cairo, acontece um mês e meio depois dos atentados contra duas igrejas coptas que deixaram 45 mortos e foram reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico

Rádio França Internacional — Ao menos 24 pessoas morreram nesta sexta-feira (26) no Egito em um ataque de homens armados contra um ônibus que transportava cristãos, informou o ministério da Saúde. O porta-voz, Khaled Megahed, também citou 27 feridos.

O ataque na província de Minya, ao sul do Cairo, acontece um mês e meio depois dos atentados contra duas igrejas coptas que deixaram 45 mortos e foram reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI).

O grupo extremista, que também reivindicou um atentado contra uma igreja copta do Cairo que deixou 29 mortos em dezembro, intensificou nos últimos meses os ataques contra a minoria copta no Egito, que representa 10% dos 90 milhões de habitantes do país.

Os coptas são uma das comunidades cristãs mais importantes do Oriente Médio, e uma das mais antigas. No Egito os muçulmanos sunitas são amplamente majoritários.

Um braço do grupo extremista está ativo ao norte da península do Sinai, onde ataca com frequência as forças de segurança. Ataques seletivos contra os cristãos obrigaram dezenas de famílias a fugir da região.

A notícia original poderá ser vista por meio do link abaixo:


OUTROS ARTIGOS ACERCA DA IGREJA PERSEGUIDA

















Que Deus tenha compaixão de todos nós.

Alexandros Meimaridis

PS. Pedimos a todos os nossos leitores que puderem que “curtam” nossa página no Facebook através do seguinte link:


Desde já agradecemos a todos. 

Os comentários não representam a opinião do Blog O Grande Diálogo; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

quarta-feira, 24 de maio de 2017

PARÁBOLAS DE JESUS — SERMÃO 037H — A PARÁBOLA DA OVELHA PERDIDA — PARTE 008 - CONCLUSÃO


Resultado de imagem para ovelhas perdidas

Esse artigo é parte da série "Parábolas de Jesus" e é muito recomendável que o leitor procure conhecer todos os aspectos das verdades contidas nessa série, com aplicações para os nossos dias. No final do artigo você encontrará links para os outros artigos dessa série.

A Parábola da Ovelha perdida

A EXPLICAÇÃO DA PARÁBOLA

6.  Conclusão: Adaptando a Parábola aos Nossos Dias.

A parábola da ovelha perdida é tanto teológica quanto cristológica, e o fator mais importante na adaptação da mesma para os nossos dias é entendermos como Deus é e qual era a natureza do ministério de Jesus. Poucas coisas são mais importantes do que nossa percepção acerca de Deus, uma vez que é da mesma que nós temos a possibilidade de perceber nossa própria identidade, como devemos pensar e agir, e como o mundo deve ser.

Se Deus é um Deus que busca o perdido e cuida do mesmo, então sua graça assim demonstrada, deve caracterizar a forma como nós percebemos e tratamos outros seres humanos. A percepção que Deus cuida e tem interesse em nossas vidas produz confiança e liberdade de viver. Com a graça de Deus para conosco como fator determinante em nossas vidas, nós devemos tratar outros seres humanos com respeito e sensibilidade. Nossa tendência é reconhecer essas verdades apenas da perspectiva abstrata. Mas é da maior importância que as mesmas sejam transformadas em coisas práticas no que dizem respeito:

1. À forma com enxergamos a nós mesmos.

2. No modo com tratamos outros seres humanos.

3. Como organizamos a vida de nossas igrejas locais.

Nós temos a tendência de sempre pensar que Deus é mais duro do que ele realmente é e, por isso, nos preocupamos mais com as noventa e nove ovelhas que estão seguras do que com a ovelha que está perdida. Será que as pessoas perdidas, desobedientes a Deus e que consideramos insignificantes, conseguem ver em nós que o Deus Verdadeiro tem amor por elas e está empenhado em procurá-las e salvá-las?

O texto de Mateus nos mostra que Deus está interessado não apenas nas ovelhas que estão perdidas, mas também naquelas que estão marginalizadas dentro do próprio rebanho. Muitas vezes nós estamos mais interessados em arrebanhar novas pessoas do que em trabalhar com aqueles que já se encontram entre nós. A graça de Deus manifestada em sua busca e cuidado se revela a favor de todos os seres humanos e nós devemos tomar Deus como nosso exemplo e nos envolver com todas as pessoas, tanto os perdidos como os marginalizados dentro de nossas próprias comunidades.

O texto da parábola que encontramos em Lucas enfatiza o arrependimento, um passo que se exige de cada um de nós. Não precisamos temer que o arrependimento nos exponha como se estivéssemos tentando alcançar nossa salvação por méritos próprios. Quando o assunto é salvação, as Escrituras são claras: a iniciativa é sempre de Deus:

Jonas 2:9

Mas, com a voz do agradecimento, eu te oferecerei sacrifício; o que votei pagarei. Ao SENHOR pertence a salvação!

Para que não tenhamos nenhuma dúvida acerca de como dependemos completamente do Senhor para nossa salvação, basta nos lembrar que, quando Jonas falou as palavras acima ele estava no ventre do grande peixe e nas profundezas do mar. Não havia nada que ele pudesse fazer para se salvar.

Além disso, as Escrituras também nos ensinam que toda reação humana é sempre motivada pela graça do próprio Deus. A Salvação pertence a Deus, mas nós estamos completamente envolvidos nesse processo.

Outro aspecto da parábola que merece nossa atenção nessa conclusão tem a ver com a alegria. A adoração cristã dos nossos dias está tão submetida a certos padrões fixos que, na maioria das vezes, não percebemos nenhum sinal de verdadeira alegria. Nossa adoração é profissional, músicos competentes, cantores afinados, pastores sempre dispostos a falar o que a audiência deseja ouvir. Mas alegria verdadeira mesmo que é bom é difícil de ser encontrada. A alegria que reina no céu deve ser uma das marcas mais evidentes na vida daqueles que estão sendo preparados para habitar no céu por toda a eternidade. Os céus vibram de alegria com cada pecador que se arrepende. O próprio Deus que se alegra em buscar e salvar o que está perdido deve ser maior motivo para adotarmos uma vida onde a alegria seja mais visível. Como Deus nós também devemos celebrar toda e qualquer recuperação, seja de pessoas perdidas ou pela integração daqueles que estão marginalizados dentro das nossas comunidades.

Outras Parábolas de Jesus Podem ser encontradas nos Links abaixo:

001 – O Sal

002 – Os Dois Fundamentos

003 – O Semeador

004 – O Joio e o Trigo =

005 – O Credor Incompassivo

006 — O Grão de Mostarda e o Fermento

007 — Os Meninos Brincando na Praça
008 — A Semente Germinando Secretamente

009 e 010 — O Tesouro Escondido e a Pérola de Grande Valor

011 — A Eterna Fornalha de Fogo

012 — A Parábola dos Trabalhadores na Vinha

013 — A Parábola dos Dois Irmãos

014 — A Parábola dos Lavradores Maus — Parte 1

014A — A Parábola dos Lavradores Maus — Parte 2

015 — A Parábola das Bodas —

016 — A Parábola da Figueira

017 — A Parábola do Servo Vigilante

018 — A Parábola do Ladrão

019 — A Parábola do Servo Fiel e Prudente

020 — A Parábola das Dez Virgens

021 — A Parábola dos Talentos

022 — A Parábola das Ovelhas e dos Cabritos

023 — A Parábola dos Dois Devedores

024 — A Parábola dos Pássaros e da Raposa

025 — A Parábola do Discípulo que Desejava Sepultar Seu Pai

026 — A Parábola da Mão no Arado

027 — A Parábola do Bom Samaritano — Completo

027A — A Parábola do Bom Samaritano — Parte 1

027B — A Parábola do Bom Samaritano — Parte 2 — Os Ladrões e o Sacerdote

027C — A Parábola do Bom Samaritano — Parte 3 — O Levita

027D — A Parábola do Bom Samaritano — Parte 4 — O Samaritano

027E — A Parábola do Bom Samaritano — Parte 5 — O Socorro

027F — A Parábola do Bom Samaritano — Parte 6 — O transporte até a hospedaria

027G — A Parábola do Bom Samaritano — Parte 7 — O pagamento final

027H — A Parábola do Bom Samaritano — Parte 8 — O diálogo final entre Jesus e o doutor da Lei

028 — A Parábola do Rico Tolo —

029 — A Parábola do Amigo Importuno —

030 — A Parábola Acerca de Pilatos e da Torre de Siloé

031 — A Parábola da Figueira Estéril

032 — A Parábola Acerca dos Primeiros Lugares

033 — A Parábola do Grande Banquete

034 — A Parábola do Construtor da Torre e do Grande Guerreiro

035 — Introdução a Lucas 15 — Parábolas Acerca da Condição Perdida da Raça Humana — Parte 001

036 — Introdução a Lucas 15 — Parábolas Acerca da Condição Perdida da Raça Humana — Parte 002

037A — Parábolas de Jesus — Mateus 18:12—14 e Lucas 15:4—7 — A Parábola da Ovelha Perdida — Parte 001

037B — Parábolas de Jesus — Mateus 18:12—14 e Lucas 15:4—7 — A Parábola da Ovelha Perdida — Parte 002

037C — Parábolas de Jesus — Mateus 18:12—14 e Lucas 15:4—7 — A Parábola da Ovelha Perdida — Parte 003

037D — Parábolas de Jesus — Mateus 18:12—14 e Lucas 15:4—7 — A Parábola da Ovelha Perdida — Parte 004 — A Influência do Antigo Testamento

037E — Parábolas de Jesus — Mateus 18:12—14 e Lucas 15:4—7 — A Parábola da Ovelha Perdida — Parte 005 — Características Cristológicas da Parábola da Ovelha Perdida

037F — Parábolas de Jesus — Mateus 18:12—14 e Lucas 15:4—7 — A Parábola da Ovelha Perdida — Parte 006 — A importância das pessoas perdidas.

037G — Parábolas de Jesus — Mateus 18:12—14 e Lucas 15:4—7 — A Parábola da Ovelha Perdida — Parte 007 — O que essa parábola nos ensina.

037H — Parábolas de Jesus — Mateus 18:12—14 e Lucas 15:4—7 — A Parábola da Ovelha Perdida — Parte 008 — Conclusão.

Que Deus abençoe a todos.

Alexandros Meimaridis

PS. Pedimos a todos os nossos leitores que puderem que “curtam” nossa página no Facebook através do seguinte link:


Desde já agradecemos a todos.          

Os comentários não representam a opinião do Blog O Grande Diálogo; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.