segunda-feira, 24 de novembro de 2014

MARCO FELICIANO: SEM NENHUMA CRIATIVIDADE COPIA PROJETO DE OUTRO


Não é de surpreender que sua excelência e dublê de pastor Marco Feliciano não consiga produzir nada que seja original. Sua última proposta na Câmara dos Deputados é um projeto que visa OBRIGAR o ensino do criacionismo em todas as escolas do país seja elas públicas ou privadas. O artigo abaixo informado acerca da brilhante ideia de tão nobre deputado é de autoria de Dan Martins e foi publicado no site Gnotícias.

Marco Feliciano apresenta projeto de lei para obrigar o ensino do criacionismo nas escolas

Por Dan Martins

Em um projeto de lei apresentado recentemente, o deputado federal e pastor evangélico Marco Feliciano (PSC-SP) pede a inclusão do ensino do criacionismo, como parte do currículo regular ensinado nas escolas públicas e privadas de todo o Brasil.

O texto do projeto de lei 8.099/2014 tem como uma de suas principais justificativas a afirmação de que as crianças ficam confusas entre o aprendizado que recebem nas escolas sobre o evolucionismo e o criacionismo que elas aprendem nas igrejas. Feliciano afirma ainda no texto do projeto de lei que o ensino evolucionismo faz com que os estudantes deixem de acreditar na existência de um criador “que está acima das frágeis conjecturas humanas forjadas em tubos de ensaio laboratorial”.

– Ensinar apenas o evolucionismo nas escolas é ir contra a liberdade de crença de nosso povo, uma vez que a doutrina criacionista é predominante em todo o nosso país – afirma o parlamentar.

Com o mesmo texto base que o PL 594/007 apresentado pelo deputado Artagão Júnior (PMDB) na Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP), a proposta de Marco Feliciano ressalta ainda que seu objetivo não é o de excluir o ensino do evolucionismo das escolas, mas sim incluir no currículo escolar o ensino da teoria criacionista, que é aceita como verdade pela maioria das religiões que possuem adeptos no Brasil.

O artigo original do site Gnotícias poderá ser visto por meio do seguinte link:


NOSSO COMENTÁRIO

Marco Feliciano é mesmo um indivíduo patético. O artigo acima deicxa bem claro nas citações que faz da palavras do nobre deputado que o mesmo não nada ou quase nada acerca do assunto que decidiu legislar impondo a todos suas própria incongruências.

1. Primeiro Marco Feliciano confunda a falsa ciência envolvendo a chamada Teoria da Evolução com crenças religiosas. Para justificar suas ideias Feliciano não se baseia em fatos concretos nem em estatísticas confiáveis, mas apenas na sua própria percepção que a “doutrina criacionista é predominante em nosso país” e “o ensino da teoria criacionista, que é aceita como verdade pela maioria das religiões que possuem adeptos no Brasil”.

Na última frase ele chama o claro ensinamento das Escrituras que só é válido para os que têm fé e não para todo mundo, que o criacionismo é apenas uma “teoria” e não um fato como apresentado pela Bíblia.

2. A obrigatoriedade de qualquer coisa que seja nos currículos é uma violação dos direitos fundamentais de quem tem a formação e a capacitação para o desenvolvimento dos mesmos. Professores são livres para adotarem o material escolar que melhor se adapta às necessidades de seus alunos e isso não pode ser determinado via decreto governamental. Mas quanta bobagem da parte desse Senhor que pretende legislar sobre um assunto acerca do qual não tem a mínima formação nem está treinado para elaborar um currículo escolar.

É lamentável que nosso chamado povo evangélico tenha eleito, pela segunda vez, um indivíduo que até onde sabemos não apresentou nenhum projeto, que fosse verdadeiramente útil para o todo da sociedade brasileira e não apenas do grupo que o elegeu e que, ao que parece, é o único que pretende defender, apesar de ocupar uma cadeira de deputado federal, ou seja, da federação.

OUTROS ARTIGOS ACERCA DE MARCO FELICIANO




















Que Deus abençoe a todos.

Alexandros Meimaridis

PS. Pedimos a todos os nossos leitores que puderem que “curtam” nossa página no facebook através do seguinte link:


Desde já agradecemos a todos.

AUTORIDADE BÍBLICA PARA ENSINAR, ADMOESTAR E EXORTAR



Chega a ser quase inacreditável que nos dias de hoje, onde desfrutamos da forma mais ampla possível, do acesso a todo tipo de informação, ainda existam pessoas que acreditam cegamente em falsos pastores, falsos mestres, falsos profetas e falsos apóstolos. A cegueira é tão gigantesca que essas pessoas não apenas não enxergam o engodo, mas estão dispostos a se sacrificar, em termos financeiros, para ajudar esses enganadores, especialmente diante do apelo: “esse programa não pode parar”. Não só pode, como deve parar. Basta despertar da profunda letargia e parar de contribuir para ver como o programa para e o “famoso pregador” desaparece com as “malas carregadas” de dinheiro para uma vistosa aposentadoria em algum paraíso. Enquanto isso, aqueles que o ajudaram o tempo todo irão continuar enfrentado as filas do SUS — uma vez que a cura prometida nunca chegou — vão continuar morando de modo simples — uma vez que a prosperidade anunciada nunca se tornou realidade — e vão continuar ganhando salários miseráveis — porque as bênções e as promoções profetizadas não passavam de “ar quente” apenas.

Como tenho denunciado essas e muitas outras mazelas que assolam o mundo do evangelicalismo brasileiro, não é incomum receber comentários nos artigos do blog e até mesmo e-mails cheios de ameaças e palavras de baixo calão desses que me escrevem com o intuito de defender seus adorados ídolos, os quais consideram intocáveis e acima de todo bem e todo mal. Mas quanta ingenuidade e estupidez numa mesma pessoa! Esse material que chega, periodicamente, é produzido por homens e mulheres que desejam honrar o homem mais do que honram o próprio Deus. São pessoas, assim acredito, que na sua maioria foram enganadas por pessoas com uma Bíblia na mão que lhes ensinam que não existe nenhuma autoridade para criticar e até mesmo condenar esse falsos mestres.

Alguns chegam ao cúmulo de me acusar de ser “o dono da verdade”. Olha, eu posso ser muitas coisas, inclusive um pecador redimido pelo sangue de Jesus, mas não sou tolo a ponto de pensar que sei tudo, nem que sou o dono da verdade. Agora, o fato é que a verdade que conheço e uso para desmascarar muitos desses falsos mestres que estão ai, incomoda muita gente, isso tenho que reconhecer que incomoda mesmo.

Por que ajo dessa maneira? Acima de tudo PORQUE AMO A VERDADE E ABOMINO AS MENTIRAS. E isso pouco me importa de onde as mesmas estejam vindo. Como grego, me sinto à vontade com a tradicional paráfrase de uma frase do livro Ética de Aristóteles que diz: Amicus Plato sed magis amica veritas ou Platão é um amigo, mas a VERDADE é o maior amigo!

Estou há décadas no ministério pastoral e nas minhas leituras da Bíblia, o Senhor sempre me confrontou, vez após vez, com os seguintes versículos:

Salmos 119:128

Por isso, tenho por, em tudo, retos os teus preceitos todos e aborreço todo caminho de falsidade.

Provérbios 6:23

Porque o mandamento é lâmpada, e a instrução, luz; e as repreensões da disciplina são o caminho da vida.

Isaías 58:1

Eis que a mão do SENHOR não está encolhida, para que não possa salvar; nem surdo o seu ouvido, para não poder ouvir.

Jeremias 6:10—16 (especialmente os versos 10 e 16)

10 A quem falarei e testemunharei, para que ouçam? Eis que os seus ouvidos estão incircuncisos e não podem ouvir; eis que a palavra do SENHOR é para eles coisa vergonhosa; não gostam dela.

11 Pelo que estou cheio da ira do SENHOR; estou cansado de a conter. Derramá-la-ei sobre as crianças pelas ruas e nas reuniões de todos os jovens; porque até o marido com a mulher serão presos, e o velho, com o decrépito.

12 As suas casas passarão a outrem, os campos e também as mulheres, porque estenderei a mão contra os habitantes desta terra, diz o SENHOR,

13 porque desde o menor deles até ao maior, cada um se dá à ganância, e tanto o profeta como o sacerdote usam de falsidade.

14 Curam superficialmente a ferida do meu povo, dizendo: Paz, paz; quando não há paz.

15 Serão envergonhados, porque cometem abominação sem sentir por isso vergonha; nem sabem que coisa é envergonhar-se. Portanto, cairão com os que caem; quando eu os castigar, tropeçarão, diz o SENHOR.

16  Assim diz o SENHOR: Ponde-vos à margem no caminho e vede, perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho; andai por ele e achareis descanso para a vossa alma; mas eles dizem: Não andaremos.

Jeremias 23:1—40

1 Ai dos pastores que destroem e dispersam as ovelhas do meu pasto! —diz o SENHOR.

2  Portanto, assim diz o SENHOR, o Deus de Israel, contra os pastores que apascentam o meu povo: Vós dispersastes as minhas ovelhas, e as afugentastes, e delas não cuidastes; mas eu cuidarei em vos castigar a maldade das vossas ações, diz o SENHOR.

3 Eu mesmo recolherei o restante das minhas ovelhas, de todas as terras para onde as tiver afugentado, e as farei voltar aos seus apriscos; serão fecundas e se multiplicarão.

4  Levantarei sobre elas pastores que as apascentem, e elas jamais temerão, nem se espantarão; nem uma delas faltará, diz o SENHOR.

5  Eis que vêm dias, diz o SENHOR, em que levantarei a Davi um Renovo justo; e, rei que é, reinará, e agirá sabiamente, e executará o juízo e a justiça na terra.

6  Nos seus dias, Judá será salvo, e Israel habitará seguro; será este o seu nome, com que será chamado: SENHOR, Justiça Nossa.

7 Portanto, eis que vêm dias, diz o SENHOR, em que nunca mais dirão: Tão certo como vive o SENHOR, que fez subir os filhos de Israel da terra do Egito;

8 mas: Tão certo como vive o SENHOR, que fez subir, que trouxe a descendência da casa de Israel da terra do Norte e de todas as terras para onde os tinha arrojado; e habitarão na sua terra.

9 Acerca dos profetas. O meu coração está quebrantado dentro de mim; todos os meus ossos estremecem; sou como homem embriagado e como homem vencido pelo vinho, por causa do SENHOR e por causa das suas santas palavras.

10 Porque a terra está cheia de adúlteros e chora por causa da maldição divina; os pastos do deserto se secam; pois a carreira dos adúlteros é má, e a sua força não é reta.

11 Pois estão contaminados, tanto o profeta como o sacerdote; até na minha casa achei a sua maldade, diz o SENHOR.

12 Portanto, o caminho deles será como lugares escorregadios na escuridão; serão empurrados e cairão nele; porque trarei sobre eles calamidade, o ano mesmo em que os castigarei, diz o SENHOR.

13 Nos profetas de Samaria bem vi eu loucura; profetizavam da parte de Baal e faziam errar o meu povo de Israel.

14 Mas nos profetas de Jerusalém vejo coisa horrenda; cometem adultérios, andam com falsidade e fortalecem as mãos dos malfeitores, para que não se convertam cada um da sua maldade; todos eles se tornaram para mim como Sodoma, e os moradores de Jerusalém, como Gomorra.

15 Portanto, assim diz o SENHOR dos Exércitos acerca dos profetas: Eis que os alimentarei com absinto e lhes darei a beber água venenosa; porque dos profetas de Jerusalém se derramou a impiedade sobre toda a terra.

16 Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Não deis ouvidos às palavras dos profetas que entre vós profetizam e vos enchem de vãs esperanças; falam as visões do seu coração, não o que vem da boca do SENHOR.

17 Dizem continuamente aos que me desprezam: O SENHOR disse: Paz tereis; e a qualquer que anda segundo a dureza do seu coração dizem: Não virá mal sobre vós.

18 Porque quem esteve no conselho do SENHOR, e viu, e ouviu a sua palavra? Quem esteve atento à sua palavra e a ela atendeu?

19 Eis a tempestade do SENHOR! O furor saiu, e um redemoinho tempestuou sobre a cabeça dos perversos.

20 Não se desviará a ira do SENHOR, até que ele execute e cumpra os desígnios do seu coração; nos últimos dias, entendereis isso claramente.

21 Não mandei esses profetas; todavia, eles foram correndo; não lhes falei a eles; contudo, profetizaram.

22 Mas, se tivessem estado no meu conselho, então, teriam feito ouvir as minhas palavras ao meu povo e o teriam feito voltar do seu mau caminho e da maldade das suas ações.

23 Acaso, sou Deus apenas de perto, diz o SENHOR, e não também de longe?

24  Ocultar-se-ia alguém em esconderijos, de modo que eu não o veja? —diz o SENHOR; porventura, não encho eu os céus e a terra? —diz o SENHOR.

25 Tenho ouvido o que dizem aqueles profetas, proclamando mentiras em meu nome, dizendo: Sonhei, sonhei.

26 Até quando sucederá isso no coração dos profetas que proclamam mentiras, que proclamam só o engano do próprio coração?

27 Os quais cuidam em fazer que o meu povo se esqueça do meu nome pelos seus sonhos que cada um conta ao seu companheiro, assim como seus pais se esqueceram do meu nome, por causa de Baal.

28 O profeta que tem sonho conte-o como apenas sonho; mas aquele em quem está a minha palavra fale a minha palavra com verdade. Que tem a palha com o trigo? —diz o SENHOR.

29 Não é a minha palavra fogo, diz o SENHOR, e martelo que esmiúça a penha?

30 Portanto, eis que eu sou contra esses profetas, diz o SENHOR, que furtam as minhas palavras, cada um ao seu companheiro.

31 Eis que eu sou contra esses profetas, diz o SENHOR, que pregam a sua própria palavra e afirmam: Ele disse.

32 Eis que eu sou contra os que profetizam sonhos mentirosos, diz o SENHOR, e os contam, e com as suas mentiras e leviandades fazem errar o meu povo; pois eu não os enviei, nem lhes dei ordem; e também proveito nenhum trouxeram a este povo, diz o SENHOR.

33 Quando, pois, este povo te perguntar, ou qualquer profeta, ou sacerdote, dizendo: Qual é a sentença pesada do SENHOR? Então, lhe dirás: Vós sois o peso, e eu vos arrojarei, diz o SENHOR.

34 Quanto ao profeta, e ao sacerdote, e ao povo que disser: Sentença pesada do SENHOR, a esse homem eu castigarei e a sua casa.

35 Antes, direis, cada um ao seu companheiro e cada um ao seu irmão: Que respondeu o SENHOR? Que falou o SENHOR?

36 Mas nunca mais fareis menção da sentença pesada do SENHOR; porque a cada um lhe servirá de sentença pesada a sua própria palavra; pois torceis as palavras do Deus vivo, do SENHOR dos Exércitos, o nosso Deus.

37 Assim dirás ao profeta: Que te respondeu o SENHOR? Que falou o SENHOR?

38 Mas, porque dizeis: Sentença pesada do SENHOR, assim o diz o SENHOR: Porque dizeis esta palavra: Sentença pesada do SENHOR (havendo-vos eu proibido de dizerdes esta palavra: Sentença pesada do SENHOR),

39 por isso, levantar-vos-ei e vos arrojarei da minha presença, a vós outros e à cidade que vos dei e a vossos pais.

40 Porei sobre vós perpétuo opróbrio e eterna vergonha, que jamais será esquecida.

Mateus 7:15

Acautelai-vos dos falsos profetas, que se vos apresentam disfarçados em ovelhas, mas por dentro são lobos roubadores.

Atos 20:27—31

27 Porque jamais deixei de vos anunciar todo o desígnio de Deus.

28 Atendei por vós e por todo o rebanho sobre o qual o Espírito Santo vos constituiu bispos, para pastoreardes a igreja de Deus, a qual ele comprou com o seu próprio sangue.

29 Eu sei que, depois da minha partida, entre vós penetrarão lobos vorazes, que não pouparão o rebanho.

30 E que, dentre vós mesmos, se levantarão homens falando coisas pervertidas para arrastar os discípulos atrás deles.

31 Portanto, vigiai, lembrando-vos de que, por três anos, noite e dia, não cessei de admoestar, com lágrimas, a cada um.

Romanos 16:17—18

17 Rogo-vos, irmãos, que noteis bem aqueles que provocam divisões e escândalos, em desacordo com a doutrina que aprendestes; afastai-vos deles,

18 porque esses tais não servem a Cristo, nosso Senhor, e sim a seu próprio ventre; e, com suaves palavras e lisonjas, enganam o coração dos incautos.

Efésios 4:11—15

11 E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres,

12 com vistas ao aperfeiçoamento dos santos para o desempenho do seu serviço, para a edificação do corpo de Cristo,

13 Até que todos cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, à perfeita varonilidade, à medida da estatura da plenitude de Cristo,

14 para que não mais sejamos como meninos, agitados de um lado para outro e levados ao redor por todo vento de doutrina, pela artimanha dos homens, pela astúcia com que induzem ao erro.

15 Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo.

Filipenses 3:17

Irmãos, sede imitadores meus e observai os que andam segundo o modelo que tendes em nós.

Colossenses 1:28; 2:8

1:28 O qual nós anunciamos, advertindo a todo homem e ensinando a todo homem em toda a sabedoria, a fim de que apresentemos todo homem perfeito em Cristo.

2:8 Cuidado que ninguém vos venha a enredar com sua filosofia e vãs sutilezas, conforme a tradição dos homens, conforme os rudimentos do mundo e não segundo Cristo.

1 Tessalonicenses 5:14

Exortamo-vos, também, irmãos, a que admoesteis os insubmissos, consoleis os desanimados, ampareis os fracos e sejais longânimos para com todos.

2 Tessalonicenses 3:6

Nós vos ordenamos, irmãos, em nome do Senhor Jesus Cristo, que vos aparteis de todo irmão que ande desordenadamente e não segundo a tradição que de nós recebestes.

1 Timóteo 1:2; 4:6 e 6:20

1:3 Quando eu estava de viagem, rumo da Macedônia, te roguei permanecesses ainda em Éfeso para admoestares a certas pessoas, a fim de que não ensinem outra doutrina

4:6 Expondo estas coisas aos irmãos, serás bom ministro de Cristo Jesus, alimentado com as palavras da fé e da boa doutrina que tens seguido.

6:20 E tu, ó Timóteo, guarda o que te foi confiado, evitando os falatórios inúteis e profanos e as contradições do saber, como falsamente lhe chamam.

2 Timóteo 4:2

Prega a palavra, insta, quer seja oportuno, quer não, corrige, repreende, exorta com toda a longanimidade e doutrina.

Tito 1:9—11

9 Apegado à palavra fiel, que é segundo a doutrina, de modo que tenha poder tanto para exortar pelo reto ensino como para convencer os que o contradizem.

10 Porque existem muitos insubordinados, palradores frívolos e enganadores, especialmente os da circuncisão.

11 É preciso fazê-los calar, porque andam pervertendo casas inteiras, ensinando o que não devem, por torpe ganância.

Tito 2:15

Dize estas coisas; exorta e repreende também com toda a autoridade. Ninguém te despreze.

1 Pedro 4:11

Se alguém fala, fale de acordo com os oráculos de Deus; se alguém serve, faça-o na força que Deus supre, para que, em todas as coisas, seja Deus glorificado, por meio de Jesus Cristo, a quem pertence a glória e o domínio pelos séculos dos séculos. Amém!

1 João 4:1

Amados, não deis crédito a qualquer espírito; antes, provai os espíritos se procedem de Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo fora.

Judas 3

Amados, quando empregava toda a diligência em escrever-vos acerca da nossa comum salvação, foi que me senti obrigado a corresponder-me convosco, exortando-vos a batalhardes, diligentemente, pela fé que uma vez por todas foi entregue aos santos.

Desde cedo em meu chamado o Senhor me concedeu dons para aprender e ensinar. Durante mais de 15 anos ensinei, formalmente em seminários, e por várias décadas me dediquei ao ensino e à pregação em apenas quatro igrejas por onde passei. Hoje estou pastoreando a quarta, que é um pequeno e maravilhoso rebanho no interior do estado de São Paulo. Meu ministério não se resume a ensinar e pregar, mas se estende também pelas áreas descritas em 2 Timóteo 4:2: corrigir, repreender e exortar.

Essa é a força motivadora que me conduziu e sustentou todos esses anos e agora me inspirou a escrever e publicar o blog “O Grande Diálogo”, que tem como pano de fundo o diálogo mantido entre Jesus e a mulher samaritana. O blog é apenas uma extensão tecnológica dos meus ministérios pastorais e de ensino. Meu alvo é ajudar as pessoas a evitarem o gigantesco abismo chamado apostasia – traição ao Senhor que deu Sua vida para nos salvar.

Tentar me qualificar ou desqualificar como um mero “blogueiro” é ignorar o que realmente tem sido minha vida como crente desde os meus 16 anos de idade, como pai de três filhos e esposo de uma mesma mulher por 29 anos.

Gostaria de ser julgado e criticado sempre que estiver errado, mas com base exclusiva na VERDADE e não em opiniões ou sentimentos pessoais feridos porque escrevi ou publiquei algo que feriu o ídolo de alguém. Quando escrevo alguma coisa procuro fazer com base na VERDADE, por esse motivo todos os que não aceitam a correção estão errados, conforme lemos em

Provérbios 10:17

O caminho para a vida é de quem guarda o ensino, mas o que abandona a repreensão anda errado.

Que Deus abençoe a todos.

Alexandros Meimaridis

PS. Pedimos a todos os nossos leitores que puderem que “curtam” nossa página no facebook através do seguinte link:


Desde já agradecemos a todos.

domingo, 23 de novembro de 2014

TUCANO RICARDO SEMLER AFIRMA: NUNCA SE ROUBOU TÃO POUCO. E PROVA!



O texto introdutório abaixo foi escrito pelo jornalista Paulo Henrique Amorim. Já o texto principal cujo título é “NUNCA SE ROUBOU TÃO POUCO” é de autoria do empresário e, tucano de carteirinha, Ricardo Semler. O artigo do Ricardo Semler foi publicado na coluna “OPINIÃO” do JORNAL FOLHA DE SÃO PAULO. Os dois materiais foram publicados no site “Conversa Afiada” do Paulo.

NUNCA SE ROUBOU TÃO POUCO.


Menos hipocrisia !

Tucano Semler produz texto admirável!

O Conversa Afiada reproduz post de Fernando Brito, no Tijolaço, com artigo do empresário Ricardo Semler:

COMO SER TUCANO SEM SER HIPÓCRITA: UM TEXTO PARA A HISTÓRIA

O empresário Ricardo Semler, que ficou nacionalmente conhecido com seu best-seller “Virando a própria mesa – uma história de sucesso empresarial Made in Brazil”, escreve hoje, na Folha, o melhor texto que já li sobre o escândalo da Operação Lava-Jato.

Semler esclarece logo que não é petista, mas tucano, filiado ao partido por nada mais que gente como Montoro, Covas, Serra e FHC. E que votou contra Dilma.

Tem suas convicções neoliberais, certamente, mas não é um cínico.

E diz com todas as letras que a corrupção nunca foi tão pequena no Brasil.

O que não é, claro, razão para tolerá-la ou para “deixar para lá” a roubalheira, mesmo que em escala melhor.
Semler dá uma bordoada em quem acha que tudo está acontecendo “contra” Dilma e é claro ao afirmar que é ela quem está criando as condições para que a lama venha à tona: “É ingênuo quem acha que poderia ter acontecido com qualquer outro presidente. Com roubalheiras vastamente maiores, nunca a Polícia Federal teria tido autonomia para prender corruptos cujos tentáculos levam ao próprio governo”.

É algo para que se faça o que jamais recomendo aqui, por deixar que cada um chegue às suas conclusões. Mas que, neste caso, o faço: reproduzir e mandar para todos.

Leia, e você vai ler de uma tirada só, sem parar, porque a honradez intelectual e moral  não tem partido.

NUNCA SE ROUBOU TÃO POUCO


Ricardo Semler

Não sendo petista, e sim tucano, sinto-me à vontade para constatar que essa onda de prisões de executivos é um passo histórico para este país

Nossa empresa deixou de vender equipamentos para a Petrobras nos anos 70. Era impossível vender diretamente sem propina. Tentamos de novo nos anos 80, 90 e até recentemente. Em 40 anos de persistentes tentativas, nada feito.

Não há no mundo dos negócios quem não saiba disso. Nem qualquer um dos 86 mil honrados funcionários que nada ganham com a bandalheira da cúpula.

Os porcentuais caíram, foi só isso que mudou. Até em Paris sabia-se dos “cochons des dix pour cent”, os porquinhos que cobravam 10% por fora sobre a totalidade de importação de barris de petróleo em décadas passadas.

Agora tem gente fazendo passeata pela volta dos militares ao poder e uma elite escandalizada com os desvios na Petrobras. Santa hipocrisiaOnde estavam os envergonhados do país nas décadas em que houve evasão de R$ 1 trilhão – cem vezes mais do que o caso Petrobras – pelos empresários?


Virou moda fugir disso tudo para Miami, mas é justamente a turma de Miami que compra lá com dinheiro sonegado daqui. Que fingimento é esse?

Vejo as pessoas vociferarem contra os nordestinos que garantiram a vitória da presidente Dilma Rousseff. Garantir renda para quem sempre foi preterido no desenvolvimento deveria ser motivo de princípio e de orgulho para um bom brasileiro. Tanto faz o partido.

Não sendo petista, e sim tucano, com ficha orgulhosamente assinada por Franco Montoro, Mário Covas, José Serra e FHC, sinto-me à vontade para constatar que essa onda de prisões de executivos é um passo histórico para este país.

É ingênuo quem acha que poderia ter acontecido com qualquer presidente. Com bandalheiras vastamente maiores, nunca a Polícia Federal teria tido autonomia para prender corruptos cujos tentáculos levam ao próprio governo.

Votei pelo fim de um longo ciclo do PT, porque Dilma e o partido dela enfiaram os pés pelas mãos em termos de postura, aceite do sistema corrupto e políticas econômicas.

Mas Dilma agora lidera a todos nós, e preside o país num momento de muito orgulho e esperança. Deixemos de ser hipócritas e reconheçamos que estamos a andar à frente, e velozmente, neste quesito.

A coisa não para na Petrobras. Há dezenas de outras estatais com esqueletos parecidos no armário. É raro ganhar uma concessão ou construir uma estrada sem os tentáculos sórdidos das empresas bandidas.

O que muitos não sabem é que é igualmente difícil vender para muitas montadoras e incontáveis multinacionais sem antes dar propina para o diretor de compras.

É lógico que a defesa desses executivos presos vão entrar novamente com habeas corpus, vários deles serão soltos, mas o susto e o passo à frente está dado. Daqui não se volta atrás como país.

A turma global que monitora a corrupção estima que 0,8% do PIB brasileiro é roubado. Esse número já foi de 3,1%, e estimam ter sido na casa de 5% há poucas décadas. O roubo está caindo, mas como a represa da Cantareira, em São Paulo, está a desnudar o volume barrento.

Boa parte sempre foi gasta com os partidos que se alugam por dinheiro vivo, e votos que são comprados no Congresso há décadas. E são os grandes partidos que os brasileiros reconduzem desde sempre.

Cada um de nós tem um dedão na lama. Afinal, quem de nós não aceitou um pagamento sem recibo para médico, deu uma cervejinha para um guarda ou passou escritura de casa por um valor menor?

Deixemos de cinismo. O antídoto contra esse veneno sistêmico é homeopático. Deixemos instalar o processo de cura, que é do país, e não de um partido.

O lodo desse veneno pode ser diluído, sim, com muita determinação e serenidade, e sem arroubos de vergonha ou repugnância cínicas. Não sejamos o volume morto, não permitamos que o barro triunfe novamente. Ninguém precisa ser alertado, cada um de nós sabe o que precisa fazer em vez de resmungar.

Os originais do material acima poderão ser visto por meio do link abaixo:



Que Deus nos ajude a todos.

Alexandros Meimaridis

PS. Pedimos a todos os nossos leitores que puderem que “curtam” nossa página no Facebook através do seguinte link:


Desde já agradecemos a todos. 

A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus – ESTUDO 003 - COMO A UNIDADE FUNCIONA NA PRÁTICA


NESSA SÉRIE NÓS VAMOS TRATAR DE DOIS ASPECTOS IMPORTANTES ACERCA DA VERDADEIRA IGREJA: 1) A IGREJA COMO CORPO DE CRISTO; E 2) A IGREJA NO PLANO ETERNO DE DEUS. CONVIDAMOS TODOS OS NOSSOS LEITORES A ACOMPANHAREM ESSA SÉRIE E COMPARTILHAREM A MESMA COM TODOS OS SEUS CONHECIDOS, AMIGOS E IRMÃOS. OUTROS ESTUDOS DESSA SÉRIE PODERÃO SER ENCONTRADOS POR MEIO DE LINKS NO FIM DE CASA ESTUDO.

B – Como a unidade funciona na prática?

1. Existem dois elementos fundamentais para que a unidade funcione: humildade e amor.

2. Como Jesus, o apóstolo Paulo também desejava a unidade entre os cristãos —

Filipenses 2:1—5

1 Se há, pois, alguma exortação em Cristo, alguma consolação de amor, alguma comunhão do Espírito, se há entranhados afetos e misericórdias,

2 completai a minha alegria, de modo que penseis a mesma coisa, tenhais o mesmo amor, sejais unidos de alma, tendo o mesmo sentimento.

3 Nada façais por partidarismo ou vanglória, mas por humildade, considerando cada um os outros superiores a si mesmo.

4 Não tenha cada um em vista o que é propriamente seu, senão também cada qual o que é dos outros.

5 Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus.

Com a humildade enfatizada especialmente nos versos 3 e 4 acima.

3. O resumo dos versículos citados acima está em Filipenses 2:5: “tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus” - literalmente uma mente como a de Cristo. E no que consistia a mente de Cristo?

Filipenses 2:6—8

6 pois ele, subsistindo em forma de Deus, não julgou como usurpação o ser igual a Deus;

7 antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana,

8 a si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até à morte e morte de cruz.

Note especialmente as palavras: “subsistindo em forma Deus... a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo... a si mesmo se humilhou tornando-se obediente até à morte e morte de cruz”. Essa era a mente de Cristo: humildade e desejo de servir o Pai de forma incondicional.

4. Nós precisamos ser como Cristo e dizer: “eu não estou preocupado comigo, tudo o que me interessa é o teu bem estar irmã(o)”. A unidade brota espontaneamente quando pensamos nos outros em vez de pensarmos em nós mesmos — ver a atitude de Paulo em

Filipenses 2:17

Entretanto, mesmo que seja eu oferecido por libação sobre o sacrifício e serviço da vossa fé, alegro-me e, com todos vós, me congratulo.

Quando agimos assim, não há espaço para “egos feridos”. De fato, não há espaço para o próprio ego — palavra transliterada do grego Ἐγὼ ‘Egò — EU. Temos que começar a aprender a estender nossas mãos e tocar a vida das outras pessoas ao nosso redor. Somos um — unidade — e o ponto de contato, onde nos encontramos, é a humildade. Temos que ter disposição para sofrer até danos pessoas — lembre-se de Cristo e de Paulo — se isto contribuir para a manutenção da unidade! —

1 Coríntios 6:7

O só existir entre vós demandas já é completa derrota para vós outros. Por que não sofreis, antes, a injustiça? Por que não sofreis, antes, o dano?

5. A segunda qualidade que se compõe com a humildade é o amor. Jesus disse:

João 13:37

Novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei, que também vos ameis uns aos outros.

6. No que consiste a novidade do mandamento que Jesus nos deixou? Consiste exatamente nisto: Jesus não ordenou apenas que nos amássemos uns aos outros, isto seria meramente a repetição do mandamento dado por Deus em Levítico 19:18. Jesus nos ordena que devemos amar uns aos outros, assim como Ele mesmo nos amou.

7. E como foi que Jesus nos amou? João nos diz em seu evangelho que:

João 13:1

Ora, antes da Festa da Páscoa, sabendo Jesus que era chegada a sua hora de passar deste mundo para o Pai, tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até ao fim.

Jesus amou os discípulos até ao fim. Em outras palavras isto quer dizer que Jesus amou de forma perseverante e incondicional.

8. Quando dizemos para um irmão “eu te amo em Cristo” é o mesmo que dizer: “irmão eu te odeio”! O “eu te amo em Cristo” não existe, não é Bíblico. Ou nós amamos de verdade ou não estamos amando de jeito nenhum. E mais, amar os irmãos não é uma opção e sim um mandamento.

9. Este amor perseverante e incondicional não existe naturalmente em nós. Ele só é possível porque:

a.Somos nascidos de Deus —

1 João 4:7—8

7 Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor procede de Deus; e todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus.

8 Aquele que não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor.

b. É Deus quem derrama Seu amor em nossos corações —

Romanos 5:5

Ora, a esperança não confunde, porque o amor de Deus é derramado em nosso coração pelo Espírito Santo, que nos foi outorgado.


c. Nós podemos amar somente porque Deus nos amou primeiro —

1 João 4:19

Nós amamos porque ele nos amou primeiro.

10. Jesus nos deu o mandamento de amar uns aos outros como ele mesmo amou e nos capacitou. Veja as implicações graves desta falta de amor como ordenado em —

1 João 4:20—21

20 Se alguém disser: Amo a Deus, e odiar a seu irmão, é mentiroso; pois aquele que não ama a seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê.

21 Ora, temos, da parte dele, este mandamento: que aquele que ama a Deus ame também a seu irmão.

11. Quando amamos uns aos outros de forma perseverante e incondicional — Pedro chama isto de amar “ardentemente” e de “amor intenso” —

1 Pedro 1:22

Tendo purificado a vossa alma, pela vossa obediência à verdade, tendo em vista o amor fraternal não fingido, amai-vos, de coração, uns aos outros ardentemente,

1 Pedro 4:8

Acima de tudo, porém, tende amor intenso uns para com os outros, porque o amor cobre multidão de pecados.

as consequências são logo percebidas pelas pessoas que não crêem —

João 13:34—35

34 Novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei, que também vos ameis uns aos outros.

35 Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos: se tiverdes amor uns aos outros.

12. Paulo orou para que os Tessalonicenses pudessem crescer e aumentar no amor —

1 Tessalonicenses 3:12

E o Senhor vos faça crescer e aumentar no amor uns para com os outros e para com todos, como também nós para convosco.

E João nos diz que esta tem sido a mensagem cristã desde o início: que devemos nos amar uns aos outros —

1 João 3:11

Porque a mensagem que ouvistes desde o princípio é esta: que nos amemos uns aos outros.

OUTROS ESTUDOS ACERCA DA IGREJA COMO CORPO DE CRISTO E NO PLANO ETERNO DE DEUS
A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus – ESTUDO 001 — A Igreja
A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus – ESTUDO 002 — A Unidade de Igreja
A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus – ESTUDO 003 — Como a Unidade Funciona na Prática
Que Deus abençoe a todos.

Alexandros Meimaridis

PS. Pedimos a todos os nossos leitores que puderem que “curtam” nossa página no Facebook através do seguinte link:
Desde já agradecemos a todos.