sexta-feira, 26 de junho de 2015

ESTUDOS NO LIVRO DE PROVÉRBIOS — ESTUDO 001



Esse é um novo estudo onde iremos abordar o Livro de Provérbios, mas iremos fazer isso de maneira diferente do que apenas apresentar uma exposição, versículo por versículo. Nossa intenção é apresentar os grandes temas que encontramos no livro e dar andamento no mesmo a partir daí.

Introdução

I. Quando abrimos nossas Bíblias na primeira página do Livro de Provérbios, é muito provável que nos deparemos com as seguintes palavras: “PROVÉRBIOS DE SALOMÃO”. Isso que dizer que todos os provérbios que temos nesse livro foram escritos pelo Rei de Israel Salomão, certo? Errado.
Como sabemos, o material original das Escrituras Sagradas, apenas por uma questão de economia, uma vez que os recursos para escrever eram pouco e caros, não tinham:

A. Títulos dos Livros.

B. Títulos dos Capítulos.

C. Divisões em parágrafos.

D. Divisão em capítulos.

E. Divisão em versículos.

F. Pontuação e etc.

Por esse motivo, e por melhor intencionadas que sejam todas essas inserções, muitas vezes elas nos conduzem a pensar de forma errada, acerca daquilo que está diante de nós. Esse é exatamente o caso com o título “PROVÉRBIOS DE SALOMÃO”. Senão vejamos:

II. OS AUTORES DO LIVRO DE PROVÉRBIOS DE SALOMÃO

A O Livro de Provérbios, provavelmente, recebe esse título por causa da forte influência que recebe do seguinte versículo:

Provérbios 1:1

Provérbios de Salomão, filho de Davi, o rei de Israel.

E de fato, a vasta maioria dos provérbios que temos nesse livro foram compostos pelo próprio Salomão. Esse Salomão, segundo as próprias Escrituras, foi o homem mais sábio da história humana, pois antes dele e depois dele nenhum outro se levantou com tamanhas credenciais. A sabedoria de Salomão lhe foi dada pelo próprio Deus:

1 Reis 3:12

Eis que faço segundo as tuas palavras: dou-te coração sábio e inteligente, de maneira que antes de ti não houve teu igual, nem depois de ti o haverá.

Eis o que as Escrituras Sagradas têm a dizer acerca de Salomão, quando comparado com outros sábios e a sabedoria de outras nações de sua época:

1 Reis 4:30—31

Era mais sábio que todos os homens, mais sábio que Etã, do que Hemã, Calcol e Darda, filhos de Maol. Era mais sábio que todos os do Oriente e do que toda a sabedoria do Egito.

B. Em vários lugares do Livro de Provérbios encontramos indicações que outros sábios da Antiguidade ajudaram a produzir os mesmos — ver, por exemplo —

Provérbios 22:17

Inclina o ouvido, e ouve as palavras dos sábios, e aplica o coração ao meu conhecimento.

Provérbios 24:23

São também estes provérbios dos sábios. Parcialidade no julgar não é bom.

Esses versos indicam que o intervalo entre essas duas referências é constituído por provérbios compostos por outros sábios.

C. Outra passagem nos diz que os provérbios de Salomão foram transcritos por servos do rei Ezequias, rei de Judá:

Provérbios 25:1

São também estes provérbios de Salomão, os quais transcreveram os homens de Ezequias, rei de Judá.

D. O capítulo 30 de Provérbios é atribuído ao rei Agur — um rei não judeu:

Provérbios 30:1—3

1 Palavras de Agur, filho de Jaque, de Massá. Disse o homem: Fatiguei-me, ó Deus; fatiguei-me, ó Deus, e estou exausto

2 porque sou demasiadamente estúpido para ser homem; não tenho inteligência de homem,

3 não aprendi a sabedoria, nem tenho o conhecimento do Santo.

E. Já o capítulo 31 foi escrito pelo rei Lemuel — também um rei não judeu — que compilou os provérbios que sua mãe lhe ensinou:

Provérbios 31:1

Palavras do rei Lemuel, de Massá, as quais lhe ensinou sua mãe.

F. Para concluir, podemos dizer que: apesar de outros terem participado na compilação final do Livro de Provérbios, não temos dúvidas que a grande maioria dos provérbios foi mesmo escrita por Salomão, o rei de Israel

Provérbios 10:1

Provérbios de Salomão. O filho sábio alegra a seu pai, mas o filho insensato é a tristeza de sua mãe.

O próprio livro do Eclesiastes reconhece esse fato ao dizer:

Eclesiastes 12:9

O Pregador, além de sábio, ainda ensinou ao povo o conhecimento; e, atentando e esquadrinhando, compôs muitos provérbios.

G. De acordo com uma citação no livro dos Reis, Salomão teria composto 3 mil provérbios e 1005 cânticos:

1 Reis 4:32

Compôs três mil provérbios, e foram os seus cânticos mil e cinco.


Que Deus abençoe a todos.

Alexandros Meimaridis

PS. Pedimos a todos os nossos leitores que puderem que “curtam” nossa página no Facebook através do seguinte link:


Desde já agradecemos a todos.  

Um comentário:

  1. Muito bom o texto. Parabéns. Farei menção no site biblianoar.com.br.

    ResponderExcluir