segunda-feira, 28 de novembro de 2016

APOCALIPSE: INTRODUÇÃO E AS CARTAS ÀS SETE IGREJAS DA ÁSIA - SERMÃO 023 – APOCALIPSE 3:1-6 - UMA CARTA PARA A IGREJA EM SARDES — PARTE 005 - FINAL


Resultado de imagem para grande trono branco
O objetivo dessa série é apresentar os três primeiros capítulos do Livro do Apocalipse. Neles vamos encontrar uma REVELAÇÃO muito especial da pessoa de Jesus Cristo. Cremos que é disso que a Igreja dos nossos Dias precisa: Um encontro pessoal e profundo com o Senhor que diz de si mesmo: Eu sou o Alfa e Ômega, diz o Senhor Deus, aquele que é, que era e que há de vir, o Todo-Poderoso. No Final de cada estudo o leitor encontrará os links para os estudos seguintes:

LIVRO DO APOCALIPSE — INTRODUÇÃO E AS CARTAS ÀS SETE IGREJAS DA ÁSIA

Texto: Apocalipse 3:1—6
Introdução.

A. Na mensagem anterior nós falamos sobre a gloriosa presença do Espírito Santo em nossas vidas. Quando usamos a expressão “em nossas vidas”, estamos realmente querendo dizer: “dentro de nossas vidas”.  
B. Sim, porque o Espírito Santo veio a este mundo, entre outras coisas, para habitar dentro do corpo de cada crente verdadeiro: 
1 Coríntios 3:16 
Não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?  
C. Hoje queremos finalizar nossa análise da carta que o Senhor Jesus enviou para a Igreja em Sardes dando ênfase

À RECOMPENSA PROMETIDA PELO SENHOR JESUS CRISTO

A. Como aconteceu com todas as cartas anteriores, essa também termina com uma promessa feita por Jesus para aqueles que têm sido chamados de “vencedores”. 
B. Vencedores são: 
1. Todos aqueles que retornam ao primeiro amor, que é o amor que devemos ter pelo Senhor Jesus. 
2. Todos aqueles que não suportam falsos mestres. 
3. Todos aqueles que não aceitam falsos ensinamentos. 
4. Todos os que se mantêm fiéis até a morte. 
5. Todos os que enfrentam as tribulações e provações buscando entender a vontade de Deus, e sem reclamar. 
6. Todos aqueles que se esforçam por ser obedientes à Palavra de Deus. 
7. Todos aqueles que perseveram em fazer a obra do Senhor. 
8. Todos os que se lembram dos muitos privilégios recebidos diariamente das mãos de Deus. 
A lista acima não pretende ser completa, mas apenas destacar alguns aspectos que já vimos nas cartas anteriores. 
B. A promessa de Cristo feita à Igreja em Sardes tem a ver com as vestes que o Senhor afirma que dará aos vencedores e também com o próprio nome que a igreja tinha: cemitério. Esse nome será mudado nos céus. 
I. As Vestes Brancas 
A. Em primeiro lugar o vencedor andará com Jesus vestido de vestiduras brancas — 
Apocalipses 3:4b — andarão de branco junto comigo, pois são dignas. 
B. A maioria dos membros da Igreja em Sardes havia contaminado suas vestes, que é uma forma metafórica de dizer que eles tinham se deixado contaminar pelo pecado ao redor. Mas uns poucos haviam resistido às tentações do mundo e mantiveram suas roupas incontaminadas. 
C. A palavra usada aqui para se referir a “vestiduras brancas” não tem tanto a ver com a cor branca em si, e sim com o fato de que são vestiduras “brilhantes”. O mesmo é verdade quando lemos no livro do Apocalipse sobre: 
1. Uma pedra branca contendo um novo nome. 
2. Uma nuvem branca. 
3. Cavalos brancos. 
4. O Grande Trono Branco 
D. Em todos esses casos a ideia é de algo brilhante, ofuscante e não tem relação com a cor branca em si. 
E. A palavra grega λευκοῖς leukoîs — traduzida por branco/a nessas passagens representa a verdadeira pureza. A pureza que resplandece. 
F. E quando o texto diz “dignos” não se refere a qualquer dignidade que exista em nós, porque somos completamente indignos. Nossa dignidade procede do próprio Senhor Jesus que nos libertou da condenação e do poder dos nossos pecados por meio do seu próprio sangue: 
Apocalipse 1:5 
E da parte de Jesus Cristo, a Fiel Testemunha, o Primogênito dos mortos e o Soberano dos reis da terra. Àquele que nos ama, e, pelo seu sangue, nos libertou dos nossos pecados. 
G. Como falamos várias vezes, muitas ideias dos capítulos a 1—3 do Apocalipse são repetidas no final do livro. Esse também é o caso aqui, pois nos lemos o seguinte em: 
Apocalipse 22:14 
Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestiduras no sangue do Cordeiro, para que lhes assista o direito à árvore da vida, e entrem na cidade pelas portas. 
II. O Livro de Deus 
A. Em Apocalipse 3:5 nós lemos o seguinte: O vencedor será assim vestido de vestiduras brancas, e de modo nenhum apagarei o seu nome do Livro da Vida; pelo contrário, confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos. 
B. Esse conceito de que Deus tem um livro é apenas uma poderosa metáfora, que serve para nos ajudar a lembrar do cuidado que Deus tem por nós, já que é Ele mesmo quem escreve nossos nomes nesse livro chamado de “Livro da Vida”. 
C. Mas além desse livro da vida, existem vários outros livros onde estão registradas todas as obras, de todas as pessoas de todos os tempos — 
Apocalipse 20:11—15 
11 Vi um grande trono branco e aquele que nele se assenta, de cuja presença fugiram a terra e o céu, e não se achou lugar para eles. 
12 Vi também os mortos, os grandes e os pequenos, postos em pé diante do trono. Então, se abriram livros. Ainda outro livro, o Livro da Vida, foi aberto. E os mortos foram julgados, segundo as suas obras, conforme o que se achava escrito nos livros. 
13 Deu o mar os mortos que nele estavam. A morte e o além entregaram os mortos que neles havia. E foram julgados, um por um, segundo as suas obras. 
14 Então, a morte e o inferno foram lançados para dentro do lago de fogo. Esta é a segunda morte, o lago de fogo. 
15 E, se alguém não foi achado inscrito no Livro da Vida, esse foi lançado para dentro do lago de fogo. 
D. Um dia todos esses livros serão abertos e todo ser que viveu sobre a terra será julgado de acordo com o que estiver escrito nos livros. Depois o nome da pessoa que foi julgada será checado para ver se está escrito no Livro da Vida. Os nomes dos que estiverem escritos no Livro da Vida irão para a vida eterna e os nomes dos que não estiverem escritos no Livro da Vida irão para o lago que arde com fogo e enxofre, que a segunda morte, ou separação definitiva de Deus por toda a eternidade. 
E. A promessa de Jesus é tão enfática que no original são usadas duas palavras significando não — οὐ μὴ — ou mí — não, não — para indicar que não existe nenhuma possibilidade de um nome escrito no Livro da Vida vir a ser apagado. Que essa verdade, console os corações de todos e nos anime, a todos, a viver vidas que sejam verdadeiramente dignas do Senhor. 
F. Pelo contrário: em vez de ter o nome apagado do Livro da Vida, Jesus promete confessar nosso nome na presença de Deus — 
Apocalipse 3:5 
O vencedor será assim vestido de vestiduras brancas, e de modo nenhum apagarei o seu nome do Livro da Vida; pelo contrário, confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos. 
G. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz à igreja.
Conclusão:
A. Meu irmão e irmã: Olhe para tua própria vida. Como estão tuas vestes? Estão incontaminadas ou você tem se deixado seduzir pela sutileza do pecado e suas roupas são impróprias para você andar na companhia de Cristo? Essas são perguntas sérias e bastante apropriadas para uma noite em que pretendemos celebrar a ceia do Senhor. É da maior importância que diante dessas perguntas, nós ouçamos o que o apóstolo Paulo diz em:

1 Coríntios 11:28

Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e, assim, coma do pão, e beba do cálice.

B. Em segundo lugar, temos que perguntar: seu nome está escrito no Livro da Vida do Cordeiro. Conforme

Apocalipse 21:17

Nela, nunca jamais penetrará coisa alguma contaminada, nem o que pratica abominação e mentira, mas somente os inscritos no Livro da Vida do Cordeiro.

C. Nosso nome só pode ser escrito no Livro da Vida se, e apenas se, enquanto estamos vivos nessa terra nós tomarmos uma decisão de aceitar Jesus como nosso Senhor e Salvador. Por mais que os homens inventem religiões e façam promessas vazias acerca da eternidade, a única forma de ter o nome inscrito no Livro da Vida é por meio de Jesus Cristo, pois como nos diz o apóstolo Pedro —

Atos 4:12

E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos.  

Que Deus abençoe a todos.  

OUTRAS MENSAGENS ACERCA DO APOCALIPSE: INTRODUÇÃO E CARTAS ÀS SETE IGREJAS

APOCALIPSE 1:1—20 — SERMÃO 001 — INTRODUÇÃO AO LIVRO DO APOCALIPSE

APOCALIPSE 1:1—20 — SERMÃO 002 — UMA VISÃO DE JESUS CRISTO — PARTE 001

APOCALIPSE 1:1—20 — SERMÃO 003 — UMA VISÃO DE JESUS CRISTO — PARTE 002

APOCALIPSE 2:1—7 — SERMÃO 004 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM ÉFESO — PARTE 001

APOCALIPSE 2:1—7 — SERMÃO 005 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM ÉFESO — PARTE 002

APOCALIPSE 2:8—11 — SERMÃO 006 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM ESMIRNA — PARTE 001

APOCALIPSE 2:8—11 — SERMÃO 007 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM ESMIRNA — PARTE 002

APOCALIPSE 2:12—17 — SERMÃO 008 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM PÉRGAMO — PARTE 001

APOCALIPSE 2:12—17 — SERMÃO 009 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM PÉRGAMO — PARTE 002

APOCALIPSE 2:12—17 — SERMÃO 010 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM PÉRGAMO — PARTE 003

APOCALIPSE 2:12—17 — SERMÃO 011 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM PÉRGAMO — PARTE 004

APOCALIPSE 2:12—17 — SERMÃO 012 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM PÉRGAMO — PARTE 005 FINAL

APOCALIPSE 2:18—29 — SERMÃO 013 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM TIATIRA — PARTE 001

APOCALIPSE 2:18—29 — SERMÃO 014 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM TIATIRA — PARTE 002

APOCALIPSE 2:18—29 — SERMÃO 015 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM TIATIRA — PARTE 003

APOCALIPSE 2:18—29 — SERMÃO 016 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM TIATIRA — PARTE 004

APOCALIPSE 2:18—29 — SERMÃO 017 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM TIATIRA — PARTE 005

APOCALIPSE 2:18—29 — SERMÃO 018A/B — UMA CARTA PARA A IGREJA EM TIATIRA — PARTE 006A/B

APOCALIPSE 3:1—6 — SERMÃO 019 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM SARDES— PARTE 001

APOCALIPSE 3:1—6 — SERMÃO 020 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM SARDES— PARTE 002

APOCALIPSE 3:1—6 — SERMÃO 021 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM SARDES— PARTE 003

APOCALIPSE 3:1—6 — SERMÃO 022 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM SARDES— PARTE 004

APOCALIPSE 3:1—6 — SERMÃO 023 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM SARDES— PARTE 005 — FINAL

APOCALIPSE 3:7—13 — SERMÃO 024 – UMA CARTA PARA A IGREJA EM FILADÉLFIA — PARTE 001

APOCALIPSE 3:7—13 — SERMÃO 025 – UMA CARTA PARA A IGREJA EM FILADÉLFIA — PARTE 002

Alexandros Meimaridis

PS. Pedimos a todos os nossos leitores que puderem que “curtam” nossa página no Facebook através do seguinte link:


Desde já agradecemos a todos. 

Os comentários não representam a opinião do Blog O Grande Diálogo; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.      

Nenhum comentário:

Postar um comentário