sábado, 12 de novembro de 2016

COMO O NOVO TESTAMENTO CHEGOU ATÉ NÓS — ESTUDO 013


Resultado de imagem para eusebian tables
Tabelas de Eusébio para Harmonia das Passagens dos Evangelhos

Essa é uma série estritamente acadêmica, mas não existe na mesma absolutamente nada que impeça a leitura por todas as pessoas. De fato, queremos incentivar que todos possam ler esses artigos e compartilhar os mesmos com todos os seus contatos, parentes e conhecidos.

ESTUDO 013 — ESCRIBAS E OS MANUSCRITOS QUE PRODUZIRAM — PARTE 005

CONTINUAÇÃO...

II. AUXÍLIOS PRA OS LEITORES DO NOVO TESTAMENTO

B. Os Títulos dos Capítulos

Os títulos dos capítulos foram primeiro chamados de kefálaia — cabeçalhos — e foram registrados pela primeira vez no Código Alexandrino. Em manuscritos posteriores passaram a ser chamados de títlos — títulos. Tais cabeçalhos ou títulos eram, na realidade, breves anotações colocadas na margem do texto principal — geralmente acima do texto — e descreviam o conteúdo do capítulo. Tais títulos geralmente começavam com expressões tais como: acerca de ou a respeito de e eram, frequentemente, escritos com tinta vermelha. Desse modo, o cabeçalho do Evangelho de João que está registrado antes de João 2:1 tem o seguinte texto: A respeito do casamento em Caná. Todos os títulos de um determinado livro encontram-se agrupados numa lista colocada antes do livro e servem como índice e também como um resumo da obra inteira.

C. Os Cânones de Eusébio

Um sistema bastante criativo para se localizar passagens paralelas nos evangelhos foi desenvolvido por Eusébio de Cesareia — 263 a 339. Aparentemente o mesmo era bastante útil uma vez que o mesmo encontra-se reproduzido em muitos manuscritos em grego e também em muitos manuscritos traduzidos para outros idiomas como o lati, o siríaco, o copta, o gótico, o armênio e etc.

A sinopse ou harmonia dos evangelhos foi preparada por Eusébio da seguinte maneira: cada um dos evangelhos foi dividido em seções curtas ou longas, de acordo com seções paralelas encontradas nos outros evangelhos. Em seguida as seções foram numeradas de forma contínua referente a cada um dos evangelhos. Assim, Mateus tinha 355 seções, Marcos 233, Lucas 342 e João 232. Em seguida Eusébio preparou dez listas ou kánones — cânones.

1. A primeira tabela continha uma lista numerada com passagens paralelas encontradas em todos os quatro evangelhos. 

2. A segunda tinha uma lista com as passagens paralelas encontradas em Mateus, Marcos e Lucas.

3. A terceira com passagens em Mateus, Lucas e João.

4—9. E assim em diante, até que todas as possibilidades estivessem, praticamente, esgotadas.

10. Uma última tabela apresentava uma lista do material exclusivo a cada um dos quatro evangelhos.

As tabelas de Eusébio eram reproduzidas em colunas paralelas e ocupavam as primeiras páginas dos manuscritos dos evangelhos. Em seguida, na margem manuscrita do texto do evangelho ou logo abaixo duma seção sequencial escrevia-se o numeral da tabela dos cânones onde tal seção podia ser encontrada. Uma vez acessada a tabela apropriada o leitor tinha acesso às referências paralelas nos outros evangelhos.

Em alguns casos, quando as folhas eram numeradas, uma determinada referência apresentava o exato número da página onde passagens paralelas poderiam ser encontradas sem necessidade de consultar nenhuma tabela.

Eusébio explicou suas criativas tabelas numa carta dirigida para outro cristão chamado Carpiano. Uma cópia dessa carta junto com as tabelas é comum nas primeiras páginas de muitos manuscritos na língua grega. Algumas edições modernas do Novo Testamento grego trazem copias da carta e das tabelas de Eusébio. Desse modo, sua criação continua servindo os cristãos até o dia de hoje.

CONTINUA...

OUTROS ARTIGOS DE COMO O NOVO TESTAMENTO CHEGOU ATÉ NÓS

COMO O NOVO TESTAMENTO CHEGOU ATÉ NÓS – PARTE 001 – MATERIAL DE ESCRITA ANTIGO

COMO O NOVO TESTAMENTO CHEGOU ATÉ NÓS – PARTE 002 – MATERIAL DE ESCRITA ANTIGO — O PAPIRO

COMO O NOVO TESTAMENTO CHEGOU ATÉ NÓS – PARTE 003 – MATERIAL DE ESCRITA ANTIGO — O PAPIRO — FINAL

COMO O NOVO TESTAMENTO CHEGOU ATÉ NÓS – PARTE 004 – MATERIAL DE ESCRITA ANTIGO — OS PERGAMINHOS

COMO O NOVO TESTAMENTO CHEGOU ATÉ NÓS – PARTE 005 – MATERIAL DE ESCRITA ANTIGO — PAPEL E BARRO

COMO O NOVO TESTAMENTO CHEGOU ATÉ NÓS – PARTE 006 – ARQUÉTIPOS E AUTÓGRAFOS — PARTE 001
COMO O NOVO TESTAMENTO CHEGOU ATÉ NÓS – PARTE 007 – ARQUÉTIPOS E AUTÓGRAFOS — PARTE 002

COMO O NOVO TESTAMENTO CHEGOU ATÉ NÓS – PARTE 008 – ARQUÉTIPOS E AUTÓGRAFOS — PARTE 003 – FINAL

COMO O NOVO TESTAMENTO CHEGOU ATÉ NÓS – PARTE 009 – OS ESCRIBAS E OS COPISTAS E OS MANUSCRITOS QUE ELES PRODUZIRAM — PARTE 001

COMO O NOVO TESTAMENTO CHEGOU ATÉ NÓS – PARTE 010 – OS ESCRIBAS E OS COPISTAS E OS MANUSCRITOS QUE ELES PRODUZIRAM — PARTE 002

COMO O NOVO TESTAMENTO CHEGOU ATÉ NÓS – PARTE 011 – OS ESCRIBAS E OS COPISTAS E OS MANUSCRITOS QUE ELES PRODUZIRAM — PARTE 003

COMO O NOVO TESTAMENTO CHEGOU ATÉ NÓS – PARTE 012 – OS ESCRIBAS E OS COPISTAS E OS MANUSCRITOS QUE ELES PRODUZIRAM — PARTE 004

COMO O NOVO TESTAMENTO CHEGOU ATÉ NÓS – PARTE 013 – OS ESCRIBAS E OS COPISTAS E OS MANUSCRITOS QUE ELES PRODUZIRAM — PARTE 005

COMO O NOVO TESTAMENTO CHEGOU ATÉ NÓS — PARTE 014 — OS ESCRIBAS E OS COPISTAS E OS MANUSCRITOS QUE ELES PRODUZIRAM — PARTE 006

Que Deus abençoe a todos.

Alexandros Meimaridis

PS. Pedimos a todos os nossos leitores que puderem que “curtam” nossa página no Facebook através do seguinte link:

Desde já agradecemos a todos.

Os comentários não representam a opinião do Blog O Grande Diálogo; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário