quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

EDUCAÇÃO CRISTÃ — ESTUDO 019 - O QUE O NOVO TESTAMENTO ENSINA SOBRE A IGREJA — PARTE 007 — A IGREJA COMO MISTÉRIO DE DEUS


Resultado de imagem para mistério de deus

O propósito dessa série é introduzir o leitor na vasta gama de materiais relacionados à Educação Cristã. Nosso foco central estará sempre localizado nos chamados “Ministérios da Igreja” que refletem a vida prática ou o dia a dia do que deve estar acontecendo em todas as igrejas locais.

V. O Ensinamento do Novo Testamento Acerca da Igreja — Parte 007


III. AS METÁFORAS ACERCA DA IGREJA DE JESUS CONTINUAÇÃO.


H. A ἐκκλησία ekklissía — Igreja, como μυστήριονmistérion — mistério Revelado por Deus.

I. Entendendo o significado da expressão grega μυστήριον mistérion na Antiguidade.

A. No mundo grego antigo a expressão μυστήριον mistérion significava:

1. Algo secreto, escondido e misterioso.

2. Como tal, dizia respeito a algo que não era do conhecimento geral, mas apenas de pessoas que podiam participar daquela informação.

B. Muitas das religiões da Antiguidade eram chamadas de “Religiões de Mistérios”. Isso era devido ao fato de:

1. As pessoas para participarem dessas religiões precisavam ser iniciadas nas mesmas.

2. Dentre os iniciados existiam níveis distintos com alguns sendo iniciados em “mistérios” mais profundos que outros.

C. Um exemplo moderno desse tipo de entendimento da palavra mistério pode ser observado na Maçonaria, onde para alguém poder participar de forma efetiva, torna-se necessário ser “iniciado” nos mistérios devidos, com níveis ou graus distintos.

D. Por esse motivo, como também no mundo antigo, a Maçonaria mantém níveis distintos de iniciação, não sendo permitido aos iniciados inferiores participar nas reuniões dos iniciados superiores.

E. Mas, como iremos ver a seguir, o uso que o Novo Testamento faz da expressão μυστήριον mistérion é completamente distinto.

II. Entendendo o significado da expressão grega μυστήριον mistérion no Novo Testamento.

A. Para o apóstolo Paulo, nesse contexto, a expressão μυστήριον mistérion — mistério, descreve verdades que outrora eram desconhecidas, e que não podiam ser descobertas de forma natural, via pesquisa, pelos seres humanos.

B. Verdades que pertencem à categoria de “mistério” precisam ser reveladas por Deus para se tornarem conhecidas.

C. Através da revelação bíblica, todavia, estas verdades ficam disponibilizadas para todos os crentes e não é necessário nenhum intérprete especial para explicá-las. Tal disponibilidade é imediata e não é necessário que o interessado se mova passando por diversos graus para conhecer as mesmas.

D. Quando qualquer aspecto da doutrina que é considerado “mistério” é descoberto ou revelado ele se torna, automaticamente, tão comum quanto qualquer outra porção existente.

III. Qual é o Grande Mistério?

1. Esse grande mistério que acaba de ser revelado, através dos santos profetas e apóstolos do Novo Testamento é uma verdade tripla. Paulo usa três palavras que ele mesmo inventou para se referir a essa tripla verdade. Essas palavras têm em comum o prefixo συν sun — que significa “junto” ou em conjunto. Essas três palavras são:

1. συγκληρονόμα sunkleronóma — co-herdeiros.

2. σύσσωμα súnsoma — que pertence ao mesmo corpo.

3. συμμέτοχα sunmétoha — co-participante.

2. É isto mesmo: todos aqueles que, independente da raça ou da nacionalidade, aceitam a Jesus, são feitos co-herdeiros, co-participantes e membros de um mesmo corpo.

3. O anúncio desta verdade nos diz o apóstolo Paulo, é fruto do fato dele ter sido

Efésios 3:7

Constituído ministro conforme o dom da graça de Deus a mim concedida segundo a força operante do seu poder.

IV – A Igreja Como “Mistério” de Deus.

A. Em todo Novo Testamento não existe nenhum outro livro que trate da ἐκκλησία ekklissía — Igreja, seja em seus aspectos teológicos, ou em seus aspectos de vida prática, como o livro de Efésios.

B. Em Efésios Paulo se refere à ἐκκλησία ekklissía — Igreja, como um μυστήριονmistérion — mistério. Esta palavra grega usada no Novo Testamento tem o sentido de “uma verdade ordenada por Deus na eternidade passada, para ser revelada em um determinado tempo específico[1]”.  Paulo usa a palavra μυστήριον mistérion – mistério 6 vezes em Efésios:

1. Efésios 1:9 — “... mistério da sua vontade...”
  
2. Efésios 3:3 — “... me foi dado conhecer o mistério...”

3. Efésios 3:4 — “... o meu discernimento do mistério...”
  
4. Efésios 3:9 — “... a dispensação do mistério...”

5. Efésios 5:32 — “Grande é este mistério...”
  
6. Efésios 6:19 — “...fazer conhecido o mistério do Evangelho...”
  
C. A verdade central deste mistério é que em Cristo, tanto judeus como gentios são unidos em um só corpo!


Conclusão acerca da  ἐκκλησία ekklissía — Igreja, como μυστήριονmistérion — mistério Revelado por Deus

A. A revelação de Deus é para todas as pessoas em geral e para todos os crentes em particular. Não é necessário ir muito longe para perceber as implicações dessas palavras.

1. A revelação de Deus não é escrava de nenhuma igreja nem de nenhum corpo de homens que pretensamente possui autoridade para determinar Seu significado.

2. A Palavra de Deus é soberana sobre o povo de Deus e está aberta e disponível para todos.

3. Qualquer tentativa de subjugar a palavra de Deus por parte de denominações cristãs ou grupos humanos representados em concílios precisa ser firmemente rejeitada por todos os cristãos.

4. Está mais do que provado que denominações erram e que concílios fracassam miseravelmente quando querem se impor sobre a Palavra de Deus. Este foi o sábio motivo e a santa motivação da Reforma Protestante: Sola Scriptura revelada por Deus. Verdade essa que foi logo descartada pelos orgulhosos seres humanos.

B. O Cristianismo é a manifestação da Verdade personificada em Jesus e como tal:

1. Nenhuma parte da verdade revelada por Deus pode ser mantida escondida das pessoas. Todos os crentes participavam e participam de toda verdade revelada. A Palavra de Deus em forma impressa, que seguramos em nossas mãos nos dias de hoje, representa uma adesão moderna a esse princípio: toda a Palavra de Deus, a todas as pessoas, indistintamente.

2. O Cristianismo não possui verdades escondidas ou ocultas que estão disponíveis somente para um seleto grupo de pessoas.

3. O Cristianismo não possui “doutrinas secretas ou reservadas”.

4. O Cristianismo não possui nenhuma verdade que esteja consagrada ao uso exclusivo de uma casta sacerdotal.

5. As doutrinas cristãs devem ser publicadas e feitas disponíveis para todas as pessoas. Todo seguidor do Senhor Jesus deve ser feito participantes de todas as verdades que nos foram trazidas pelo Senhor Jesus que era a personificação da própria verdade —
João 14:6

Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.

6. Por todos esses motivos, o apóstolo Paulo faz questão de destacar que a oferta de salvação completa e gratuita deixou de ser um segredo ou mistério e tornou-se algo notoriamente sabido por todas as pessoas. Dessa maneira, Paulo tinha plena consciência de que ele possuía uma mensagem de valor incalculável para toda a humanidade e, por esse motivo, ele desejava ardentemente proclamá-la a todo o mundo.

C. Este é nosso imenso privilégio: Somos todos, indistintamente:

1. Membros de um mesmo corpo.

2. Co-herdeiros.

3. Co-participantes em todas as coisas que são pertinentes ao Senhor Jesus.

OUTROS ESTUDOS ACERCA DE EDUCAÇÃO CRISTÃ

001 — A Excelência da Vida Pessoal Daqueles que Desejam Ensinar — PARTE 001

002 — A Excelência da Vida Pessoal Daqueles que Desejam Ensinar — PARTE 002

003 —A Excelência da Vida Pessoal Daqueles que Desejam Ensinar — PARTE 003

004 — A IMPORTÂNCIA DA ALIANÇA COM DEUS

005 — OS ALVOS DA EDUCAÇÃO CRISTÃ

006 — A IGREJA NO PRINCÍPIO DO SÉCULO XXI – PARTE 001 — INTRODUÇÃO — OS COLONIZADORES VÊM EM NOME DE DEUS

007 — A IGREJA NO PRINCÍPIO DO SÉCULO XXI – PARTE 002 — NOSSAS ESCOLAS TEOLÓGICAS

008 — A IGREJA NO PRINCÍPIO DO SÉCULO XXI – PARTE 003 — IGREJAS CORPORATIVISTAS E INSTITUCIONALIZADAS E EDUCAÇÃO CRISTÃ PADRONIZADA

009 — A IGREJA NO PRINCÍPIO DO SÉCULO XXI – PARTE 004 — CONSUMISMO E CELEBRITISMO

010 — O PROPÓSITO SINGULAR DE DEUS PARA OS NOSSOS DIAS

011 — A PALAVRA IGREJA NO NOVO TESTAMENTO

012 — A EXPRESSÃO GREGA “EM CRISTO” — ἐν Χριστῷ

013 — O ENSINO DO NOVO TESTAMENTO ACERCA DA IGREJA

014 — O ENSINO DO NOVO TESTAMENTO ACERCA DA IGREJA — Parte 002

015 — O ENSINO DO NOVO TESTAMENTO ACERCA DA IGREJA — Parte 003

016 — O ENSINO DO NOVO TESTAMENTO ACERCA DA IGREJA — Parte 004 — A IGREJA COMO PLENITUDE

017 — O ENSINO DO NOVO TESTAMENTO ACERCA DA IGREJA — Parte 005 — A UNIDADE DA IGREJA CRISTÃ

018 — O ENSINO DO NOVO TESTAMENTO ACERCA DA IGREJA — Parte 006 — HUMILDADE E AMOR EM MEIO À DIVERSIDADE DE DONS
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2017/01/educacao-crista-estudo-018-o-que-o-novo.html
019 — O ENSINO DO NOVO TESTAMENTO ACERCA DA IGREJA — Parte 007 — A IGREJA COMO MISTÉRIO DE DEUS
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2017/02/educacao-crista-estudo-019-o-que-o-novo.html
020 — O ENSINO DO NOVO TESTAMENTO ACERCA DA IGREJA — Parte 008 — COMO A IGREJA É FORMADA OU CRIADA?
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2017/03/educacao-crista-estudo-020-o-que-o-novo.html
021 — O ENSINO DO NOVO TESTAMENTO ACERCA DA IGREJA — PARTE 009 — QUANDO A IGREJA COMEÇOU?
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2017/03/educacao-crista-estudo-021-o-que-o-novo.html

Que deus abençoe a todos.

Alexandros Meimaridis

PS. Pedimos a todos os nossos leitores que puderem que “curtam” nossa página no Facebook através do seguinte link:


Desde já agradecemos a todos.



[1] MacArthur, John. The Church the Body of Christ. The Zondervan Corporation, Grand Rapids, Michigan, 1973.

Os comentários não representam a opinião do Blog O Grande Diálogo; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário