segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

EFÉSIOS - SERMÃO 027 – OS DONS DE ENSINO E EDIFICAÇÃO - EFÉSIOS 4:11


Resultado de imagem para apóstolos e profetas

Esse esboço de sermão é parte da série "Exposição da Epístola aos Efésios" e é muito recomendável que o leitor procure conhecer todos os aspectos das verdades contidas nessa exposição, com aplicações para os nossos dias. No final do artigo você encontrará os links para outros estudos dessa série.

EXPOSIÇÃO DA EPÍSTOLA DE PAULO AOS EFÉSIOS 

Introdução.

A. A Implicação número 1 da igreja como corpo de Cristo é: UNIDADE.

B. Essa unidade é criada pelo Espírito de Deus que nos une a Cristo e uns aos outros. Nós não precisamos fazer nada para CRIAR a unidade.

C. Por outro lado nós vimos que devemos nos esforçar para PRESERVAR a unidade que o Espírito Santo nos concede — Efésios 4:3.

D. Os elementos a serem cultivados para nos ajudar na preservação da unidade são: humildade, mansidão, longanimidade e a decisão de suportar uns aos outros. E tudo isto deve ser feito em amor.

E. Vimos também que a unidade da Igreja reflete a unidade que existe na própria pessoa de Deus que sendo três pessoas distintas é apenas um Deus.

F. Mas se a Igreja deve ser uma, nós devemos entender também que, dentro desta unidade, deve existir uma grande diversidade também. Unidade não quer dizer uniformidade.

G. A diversidade no Corpo de Cristo é manifestada através de uma grande variedade de dons espirituais ou carismáticos — frutos do derramamento da graça de Deus sobre a Igreja.

H. Cada cristão possui pelo menos um dom concedido pelo Senhor e esses dons precisam, necessariamente, serem utilizados para a edificação do Corpo de Cristo, a Igreja. Quando os dons não são utilizados todo mundo sofre: sofre o indivíduo bem como a comunidade.

I. Paulo, aqui em Efésios 4, destaca 4 dons citando-os nominalmente. Estes dons, como iremos ver, não são mais importantes que os outros. Mas eles são os dons que lançam os fundamentos do crescimento e da saúde da Igreja. Eles são... 

OS DONS DE ENSINO E DE EDIFICAÇÃO

I. O Primeiro Dom de Edificação é Também um Dom Fundamental: Apóstolos.

A. Por “Dom Fundamental” nós estamos querendo indicar aqueles dons que são parte do lançamento dos fundamentos ou dos alicerces sobre os quais a igreja pode ser edificada com segurança.

B. Neste sentido, quando Paulo usa a expressão ἀποστόλος — apostólos — apóstolo no livro de Efésios, ele está fazendo uma referência a um seleto grupo de indivíduos que incluía apenas os doze apóstolos — incluindo Matias que substituiu Judas conforme Atos 1:21—26 — além do próprio Paulo, de Tiago, o irmão do Senhor, e eventualmente mais alguns conforme podemos ler em 1 Coríntios 15:3— 9.

C. É desta maneira que Paulo vê a si mesmo e a estes outros: como aqueles que possuem a responsabilidade de lançar os fundamentos para a edificação da Igreja. Estes são homens que funcionaram como verdadeiros “órgãos” da revelação divina —

Efésios 2:20

No qual também vós juntamente estais sendo edificados para habitação de Deus no Espírito.

Efésios 3:5

O qual, em outras gerações, não foi dado a conhecer aos filhos dos homens, como, agora, foi revelado aos seus santos apóstolos e profetas, no Espírito,

D. Neste sentido nós podemos dizer que não existem apóstolos com esta capacidade nos dias de hoje. Para fazer parte deste grupo era necessário ter visto o Senhor ressuscitado e ter ouvido Suas palavras. Foi a este grupo que o Senhor prometeu:

João 14:25—26

Isto vos tenho dito, estando ainda convosco; mas o Consolador, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito.

E. Desta maneira nós podemos afirmar de forma categórica e pacífica que:

1. Os apóstolos originais como testemunhas da ressurreição do Senhor e como aqueles que receberam a promessa do Senhor de que o Espírito Santo os ajudaria a lembrar todas as coisas que Ele havia ensinado, NÃO POSSUEM SUCESSORES.

2. Falar em sucessão apostólica é, portanto, pura tolice. A análise dos ensinamentos que encontramos no Novo Testamento não nos permite aceitar sequer a possibilidade de que exista algo como a chamada “sucessão apostólica”.

3. Em segundo lugar nós também podemos afirmar que a autoridade daqueles apóstolos do primeiro século da era cristã está plenamente preservada em seus escritos que, como vimos, foram produzidos mediante o auxílio do próprio Espírito Santo de Deus.

4. Nos meios pentecostais e carismáticos modernos existe a crença de que Deus está novamente levantando apóstolos como nos dias do primeiro século. Existem vários ministérios chamados de apostólicos hoje em dia em função dessas crenças. O mais famoso “neo-apóstolo” brasileiro foi preso nos Estados Unidos. Mas não foi preso por causa da pregação do Evangelho. Ele foi preso porque tentou entrar naquele país com valores monetários não declarados para a alfândega. O crime foi o de mentir e tentar enganar im oficial da alfândega dos Estados Unidos. Mentir não é parte do ministério apostólico. Mentir constitui-se em uma verdadeira APOSTOLADA.

II. O Segundo Dom de Edificação é Também um Dom Fundamental: Profetas.

A. Nós podemos encontrar uma definição excelente acerca do significado da palavra προφήτας  profétas — profeta, como utilizada por Paulo neste contexto, no livro do profeta Jeremias que diz: 
Jeremias 23:16—32 
Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Não deis ouvidos às palavras dos profetas que entre vós profetizam e vos enchem de vãs esperanças; falam as visões do seu coração, não o que vem da boca do SENHOR. Dizem continuamente aos que me desprezam: O SENHOR disse: Paz tereis; e a qualquer que anda segundo a dureza do seu coração dizem: Não virá mal sobre vós. Porque quem esteve no conselho do SENHOR, e viu, e ouviu a sua palavra? Quem esteve atento à sua palavra e a ela atendeu? Eis a tempestade do SENHOR! O furor saiu, e um redemoinho tempestuou sobre a cabeça dos perversos. Não se desviará a ira do SENHOR, até que ele execute e cumpra os desígnios do seu coração; nos últimos dias, entendereis isso claramente. Não mandei esses profetas; todavia, eles foram correndo; não lhes falei a eles; contudo, profetizaram. Mas, se tivessem estado no meu conselho, então, teriam feito ouvir as minhas palavras ao meu povo e o teriam feito voltar do seu mau caminho e da maldade das suas ações. Acaso, sou Deus apenas de perto, diz o SENHOR, e não também de longe? Ocultar-se-ia alguém em esconderijos, de modo que eu não o veja? —diz o SENHOR; porventura, não encho eu os céus e a terra? —diz o SENHOR. Tenho ouvido o que dizem aqueles profetas, proclamando mentiras em meu nome, dizendo: Sonhei, sonhei. Até quando sucederá isso no coração dos profetas que proclamam mentiras, que proclamam só o engano do próprio coração? Os quais cuidam em fazer que o meu povo se esqueça do meu nome pelos seus sonhos que cada um conta ao seu companheiro, assim como seus pais se esqueceram do meu nome, por causa de Baal. O profeta que tem sonho conte-o como apenas sonho; mas aquele em quem está a minha palavra fale a minha palavra com verdade. Que tem a palha com o trigo? —diz o SENHOR. Não é a minha palavra fogo, diz o SENHOR, e martelo que esmiúça a penha? Portanto, eis que eu sou contra esses profetas, diz o SENHOR, que furtam as minhas palavras, cada um ao seu companheiro. Eis que eu sou contra esses profetas, diz o SENHOR, que pregam a sua própria palavra e afirmam: Ele disse. Eis que eu sou contra os que profetizam sonhos mentirosos, diz o SENHOR, e os contam, e com as suas mentiras e leviandades fazem errar o meu povo; pois eu não os enviei, nem lhes dei ordem; e também proveito nenhum trouxeram a este povo, diz o SENHOR.
B. De acordo com o texto de Jeremias os verdadeiros profetas, nesta capacidade concedida por Deus, são aqueles que: 
1. Falam aquilo que procede diretamente da “boca do Senhor”. 
2. Falam as palavras que viram e ouviram diretamente no conselho do Senhor. 
3. Falam a Palavra do Senhor de modo preciso. 
4. São enviados pelo próprio Senhor. 
5. O Senhor falou diretamente com eles. 
6. Ensinam palavras que conduzem o povo ao arrependimento. Não inventam, novidades. 
7. Falam a verdade e não o engano de seus próprios corações. 
8. A palavra falada é aproveitada pelo povo de Deus.
C. Diante destes conceitos nós precisamos, novamente, insistir no fato de que não existem profetas deste tipo nos dias de hoje.

D. Se eles existissem, então nós precisaríamos adicionar suas palavras à Bíblia e todos os crentes de todos os lugares do mundo estariam obrigados a obedecer seus mandamentos. Todavia, temos grupos religiosos que acreditam que tais pessoas existem. Entre esses nós vamos encontrar:

1. Os Mórmons com seu “profeta” Joseph Smith. Segundo o discurso decorado, que todo Mórmon que se preze sabe recitar, Joseph Smith é profeta verdadeiro. Como consequência direta dessa crença está o fato de que somente é verdadeira a igreja fundada por Joseph Smith. Essa igreja é conhecida como Igreja Mórmon, mas oficialmente é chamada de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Mas, apesar de ter Jesus no nome esta igreja não segue a Jesus e sim ao “profeta” Joseph Smith.

2. Outro caso em questão é a Igreja Adventista. Aqui não se trata apenas de uma profetisa, mas da personificação da própria “Voz da Profecia” na pessoa de Ellen Gould White. Para os adventistas os escritos de Ellen White são considerados no mesmo nível dos escritos que temos na Bíblia Sagrada. Ellen White escreveu o equivalente a 5 Bíblias como estas que usamos na versão Almeida Revista e Atualizada. Mas o fato é que já está sobejamente demonstrado que Ellen White não recebeu nenhuma visão do Senhor como costumava alegar. Seus escritos foram massivamente copiados de outros autores da época. Todos aqueles que se empenharam em provar o plágio foram rigorosamente desvestidos de seus cargos e títulos e expulsos da Igreja Adventista de tal maneira que o embuste possa ser mantido e povo continue a acreditar nessa falsa profetisa.

E. Como parte daqueles dons que deviam ser usados para lançar os fundamentos da verdadeira igreja cristã os profetas do primeiro século também não possuem sucessores. Os fundamentos que eles lançaram no primeiro século da Era Cristã não podem ser nem manipulados, nem ignorados sem graves consequências.

F. Os falsos profetas não têm verdadeiras profecias para nos oferecer. Tudo o que eles podem nos dar não passa realmente de PROFETADAS.


III. O Terceiro Dom de Edificação Tem a Ver com o Crescimento da Igreja: Evangelistas.

A. A expressão εὐαγγελιστάς — evangelistás — evangelistas aparece somente três vezes em todo o Novo Testamento.

1. A primeira vez é em Atos 21:8 e diz respeito a Filipe.

2. A segunda vez é aqui em Efésios 4:11.

3. A terceira está em 2 Timóteo 4:5 onde Paulo incentiva Timóteo a fazer o trabalho de um evangelista.

B. Este dom é concedido para que algumas pessoas tenham esta facilidade de pregar o evangelho ou de tornar a mensagem do evangelho clara e relevante para os incrédulos.

C. Todos os crentes têm a responsabilidade de evangelizar, de auxiliar no processo de pregação da mensagem acerca das Boas Novas em Jesus Cristo. Mas não é esta condição que estamos tratando aqui. Neste contexto estamos falando de uma capacidade especial concedida pelo Senhor visando, de forma específica, o crescimento numérico da Sua Igreja.   

Conclusão:

A. Deus, em Sua sabedoria, nós concedeu Apóstolos e Profetas que, através dos seus ministérios, acabaram por nos legar este livro que chamamos de Bíblia Sagrada. Nem os apóstolos nem os profetas possuem sucessores que nos transmitam uma revelação que seja válida para todos os crentes indistintamente. Pelo contrário, a autoridade dessas pessoas está registrada de forma definitiva nas páginas da Escrituras Sagradas.

1. A Bíblia foi escrita por cerca de 40 autores diferentes em um período de aproximadamente 1.600 anos. Seus autores foram homens de posições díspares tais como: legisladores, sacerdotes, vaqueiros, reis, pescadores, coletores de impostos, etc. Apesar dos autores terem origens tão diferentes e terem produzido seus materiais separados por longos períodos de tempo, ainda assim, a Bíblia é um livro que mantêm somente uma linha de desenvolvimento desde o primeiro até o último de todos os seus 66 livros.

2. Não existe, na História da Humanidade, nenhum outro livro que tenha sido mais analisado, mais virado de todos os lados, mais acusado de ser um livro falso ou uma invenção humana do que a Bíblia. Todavia, ela tem se mantido inabalável. Todas as acusações têm caído, uma à uma, à medida que fatos verdadeiramente históricos surgem e acabam por corroborar o que está escrito em suas páginas.

3. Mesmo do ponto científico não existe absolutamente nada que a ciência possa apontar com sendo uma contradição absoluta entre esta mesma ciência e aquilo que encontramos nas páginas da Bíblia. Pelo contrário, a Bíblia costuma escrachar tanto as falsas ciências quanto as falsas religiões.

B. Hoje precisamos nos apegar cada vez mais à Palavra revelada por Deus através dos seus santos apóstolos e profetas. Somente assim conseguiremos sobreviver ao cipoal de tolices aos quais estamos sujeitos nestes dias.

C. Devemos ter firmeza para resistir tanto às “profetadas” quanto às “apostoladas” dos dias presentes. E para isso nós precisamos nos apegar aos ensinamentos dos verdadeiros apóstolos e profetas do Senhor como os encontramos na Bíblia Sagrada.

D. Todos aqueles que se levantam para ensinar o povo de Deus devem ensinar de acordo com aquilo que está escrito nos próprios oráculos de Deus —

1 Pedro 4:11

Se alguém fala, fale de acordo com os oráculos de Deus; se alguém serve, faça-o na força que Deus supre, para que, em todas as coisas, seja Deus glorificado, por meio de Jesus Cristo, a quem pertence a glória e o domínio pelos séculos dos séculos. Amém!

Simples assim, sem invencionices, sem fantasias, sem sonhos nem visões falsificadas.

E. Aqueles que ensinam são tão bons quanto a firmeza que demonstram em insistir que a Bíblia irá julgar a todos os mestres, e não o contrário. Não podemos julgar a Palavra de Deus. Mas seremos todos julgados pelos parâmetros que estão estabelecidos em suas páginas.

6. Portanto, vejamos muito bem como estamos andando à luz do conhecimento que temos.

OUTRAS MENSAGENS DA SÉRIE NA EPÍSTOLA AOS EFÉSIOS

ALGUNS ASPECTOS DAS INSONDÁVEIS RIQUEZAS DE CRISTO COMO APRESENTADAS EM EFÉSIOS

EFÉSIOS 1:1—2 — SERMÃO 001 — INTRODUÇÃO À EPÍSTOLA AOS EFÉSIOS

EFÉSIOS 1:3—14 — SERMÃO 002 — TODA SORTE DE BÊNÇÃO ESPIRITUAL

EFÉSIOS 1:4—6 — SERMÃO 003 —A BÊNÇÃO DA NOSSA ELEIÇÃO POR DEUS

EFÉSIOS 1:7—8 — SERMÃO 004 —A BÊNÇÃO DA NOSSA REDENÇÃO

EFÉSIOS 1:9—10 — SERMÃO 005 —A BÊNÇÃO DA UNIFICAÇÃO DE TODAS AS COISAS EM CRISTO

EFÉSIOS 1:11—14 — SERMÃO 006 — A BÊNÇÃO DE DEUS EM PERSPECTIVA

EFÉSIOS 1:15—16— SERMÃO OO7 — A IMPORTÂNCIA DA FÉ E DO AMOR

EFÉSIOS 1:16—17 — SERMÃO OO8 — A IMPORTÂNCIA DO ESPÍRITO SANTO EM NOSSAS VIDAS

EFÉSIOS 1:18—21 — SERMÃO OO9 — A ESPERANÇA DO SEU CHAMAMENTO EM NOSSAS VIDAS

EFÉSIOS 1:18—21 — SERMÃO O10 — A RIQUEZA DA GLÓRIA DA SUA HERANÇA NOS SANTOS

EFÉSIOS 1:18—21 — SERMÃO O11 — A SUPREMA RIQUEZA DO SEU PODER

EFÉSIOS 1:22—23 — SERMÃO O12 — A IGREJA E CRISTO COMO PLENITUDE

EFÉSIOS 2:1—3 — SERMÃO O13 — A CONDIÇÃO DO SER HUMANO SEM DEUS

EFÉSIOS 2:4—10 — SERMÃO 014 — A CONDIÇÃO HUMANA  PELA GRAÇA DE DEUS

O QUE DEUS FEZ POR NÓS — SALVAÇÃO

PARA O QUE DEUS NOS SALVOU?

EFÉSIOS 2:11—12 — SERMÃO 015 — NOSSA PRECÁRIA CONDIÇÃO ANTES DE CRISTO VIR AO MUNDO

A VERDADEIRA CIRCUNCISÃO E O VERDADEIRO BATISMO

EFÉSIOS 2:13—18 — SERMÃO 016 — NOSSA NOVA CONDIÇÃO “EM CRISTO”

EFÉSIOS 2:19—22 — SERMÃO 017 — A IGREJA COMO CIDADÃOS, FAMÍLIA E TEMPLO

EFÉSIOS 3:1—7 — SERMÃO 018 — A REVELAÇÃO DO MISTÉRIO DE DEUS

EFÉSIOS 3:8—13 — SERMÃO 019 — PAULO COMO INSTRUMENTO DE DEUS

EFÉSIOS 3:1—13 — SERMÃO 020 — A RELEVÂNCIA DA IGREJA

EFÉSIOS 3:14—21 — SERMÃO 021 — A PATERNIDADE DE DEUS AO QUAL ORAMOS

EFÉSIOS 3:14—21 — SERMÃO 022 — A ORAÇÃO DE PAULO A FAVOR DOS EFÉSIOS

EFÉSIOS 3:14—21 — SERMÃO 023 — A GLÓRIA DEVIDA A DEUS

EFÉSIOS 4:1—3 — SERMÃO 024 — A UNIDADE DA IGREJA

EFÉSIOS 4:4—6 — SERMÃO 025 — A IGREJA É UNA PORQUE DEUS É UM

EFÉSIOS 4:7—10 — SERMÃO 026 — UNIDADE EM MEIO A DIVERSIDADE

EFÉSIOS 4:11 — SERMÃO 027 — OS DONS DE EDIFICAÇÃO DA IGREJA
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2016/12/efesios-sermao-027-os-dons-de-ensino-e_26.html

Que Deus Abençoe a Todos

Alexandros Meimaridis

PS. Pedimos a todos os nossos leitores que puderem que “curtam” nossa página no Facebook através do seguinte link:


Desde já agradecemos a todos.

Os comentários não representam a opinião do Blog O Grande Diálogo; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário