domingo, 22 de janeiro de 2017

APOCALIPSE: INTRODUÇÃO E AS CARTAS ÀS SETE IGREJAS DA ÁSIA - SERMÃO 025 – APOCALIPSE 3:7-13 - UMA CARTA PARA A IGREJA EM FILADÉLFIA — PARTE 002


Resultado de imagem para porta aberta

O objetivo dessa série é apresentar os três primeiros capítulos do Livro do Apocalipse. Neles vamos encontrar uma REVELAÇÃO muito especial da pessoa de Jesus Cristo. Cremos que é disso que a Igreja dos nossos Dias precisa: Um encontro pessoal e profundo com o Senhor que diz de si mesmo: Eu sou o Alfa e Ômega, diz o Senhor Deus, aquele que é, que era e que há de vir, o Todo-Poderoso. No Final de cada estudo o leitor encontrará os links para os estudos seguintes:

Texto: Apocalipse 3:7—13
Introdução.

A. Hoje vamos continuar nossa exposição da carta enviada pelo Senhor Jesus para a Igreja localizada na cidade da Filadélfia na Ásia Menor.  
B. Conforme mencionamos na mensagem anterior o tema central dessa carta é OPORTUNIDADE. 
C. E na mensagem de hoje nós vamos começar a falar acerca não de uma oportunidade apenas que Cristo oferece para a igreja em Filadélfia, mas das diversas oportunidades que estavam disponíveis para eles, naqueles dias e também para nós nos dias de hoje. 
G. Bem vamos começar nossa análise:  
A PORTA ABERTA COLOCADA DIANTE DA IGREJA EM FILADÉLFIA 
I. Cristo Conhece as Obras da Igreja em Filadélfia

A. Como aconteceu com todas as cartas anteriores, Cristo afirma que conhece as obras da igreja em Filadélfia. 
B. Com vai ficando cada vez mais evidente, Jesus realmente tem pleno conhecimento de todas as circunstâncias e isso, o tempo todo. Somente um coração muito endurecido para pensar que pode pecar à vontade impunemente, achando que o Senhor não sabe. 
C. O Salmista nos diz o seguinte: 
Salmos 139:7 
Para onde me ausentarei do teu Espírito? Para onde fugirei da tua face? 
D. Então se você tem acompanhado essas mensagens e está vivendo uma vida de duplicidade, de mentiras e etc., saiba que Deus deseja resgatar você desse inferno que você mesmo criou, e Ele quer te perdoar e te abençoar. 
E. Você está disposto a se arrepender e a confessar teu pecado de tal maneira que Deus possa te perdoar e te abençoar? Então pare de se enganar e, antes de terminar de ler essa mensagem, aproveite a oportunidade para fazer o que é certo. 
F. Mas prosseguindo, porque Jesus conhece tudo Ele é então, capaz de ... 
I. Abrir Portas de Oportunidades 
A. Como essa igreja estava isenta de críticas, é apenas natural que o Senhor Jesus diga para ela: 
Apocalipse 3:8 
Eis que tenho posto diante de ti uma porta aberta, a qual ninguém pode fechar  
B. Qual é o significado dessa porta que Jesus abriu para a igreja em Filadélfia, a qual ninguém poderia fechar? 
C. O sentido metafórico é o seguinte: uma porta aberta é uma porta de oportunidade. Uma porta fechada representa uma oportunidade que passou. Aqui, nós iremos ver que tal porta é usada em dois sentidos primários: 
1. A Oportunidade da Salvação 
a. Numa ocasião o próprio Senhor Jesus disse o seguinte acerca da porta da salvação: 
Mateus 7:13—14 
13 Entrai pela porta estreita (larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz para a perdição, e são muitos os que entram por ela), 
14 porque estreita é a porta, e apertado, o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela. 
b. Nesses versículos de Mateus vemos duas portas e as duas estão abertas. Uma está aberta para um caminho largo e cheio de pessoas, mas que no final termina em completa perdição eterna para os que optaram por ela. 
c. Já a outra porta está aberta para um caminho estreito onde notamos que o mesmo é escassamente povoado. Esse caminho é estreito, mas conduz para a vida eterna.  
2. A Oportunidade de Servir 
a. O segundo tipo de porta é a oportunidade de servir. O verdadeiro crente não está somente interessado em sua própria salvação, mas ele também está interessado na salvação das outras pessoas. Uma vez que entramos pela porta da salvação, nossa primeira e mais importante missão é compelir outros para entrarem por essa mesma porta. 
b. Jesus disse o seguinte na Parábola das Bodas: 
Mateus 22:9 
Ide, pois, para as encruzilhadas dos caminhos e convidai para as bodas a quantos encontrardes. 

II. Uma Grande Porta Para Um Trabalho Realmente Eficaz 
A. Como vimos acima, a porta aberta representa uma oportunidade. Nesse caso, uma grande oportunidade de salvação. 
B. O Império Romano apesar de suas crueldades sem fim, ainda assim oferecia oportunidades únicas para a pregação da mensagem da salvação: 
1. Em linhas gerais o império gozava de paz — a chamada Pax Romana — o que permitia que seus cidadãos e outras pessoas viajassem por todo império em relativa segurança e paz. 
2. A difusão da língua grega por toda a bacia do Mediterrâneo permitia todas as pessoas ouvirem e entenderem o Evangelho da Graça de Deus numa língua comum. 
3. As velhas religiões já estavam cansando as pessoas. As boas novas do Evangelho soavam com o frescor das águas correntes e a oferta do pão da vida que desceu do céu, realmente satisfazia a todos os que desejavam experimentá-lo.
Conclusão:

A. Jesus é aquele que conhece tudo a nosso respeito. Nós enganamos apenas a nós mesmos, quando de alguma maneira achamos que estamos conseguindo enganar a Deus.  Paulo nos adverte dizendo:

Gálatas 6:7

Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará.

B. Jesus é aquele que nos abre a porta da salvação. Tanto para nós mesmos como para as outras pessoas.

C. O Império Romano, como todos os outros impérios estão sujeitos à soberania de Cristo. A paz romana, as estradas pavimentadas, a língua franca representada pelo grego são todas provas da soberania de Deus sobre o mundo inteiro o tempo inteiro.

D. Foram esses elementos que permitiram que a porta de oportunidade para que o Evangelho fosse pregado se transformassem em realidades. Jesus abriu a porta e o Evangelho se espalhou, rapidamente por todo o mundo conhecido.  

OUTRAS MENSAGENS ACERCA DO APOCALIPSE: INTRODUÇÃO E CARTAS ÀS SETE IGREJAS

APOCALIPSE 1:1—20 — SERMÃO 001 — INTRODUÇÃO AO LIVRO DO APOCALIPSE

APOCALIPSE 1:1—20 — SERMÃO 002 — UMA VISÃO DE JESUS CRISTO — PARTE 001

APOCALIPSE 1:1—20 — SERMÃO 003 — UMA VISÃO DE JESUS CRISTO — PARTE 002

APOCALIPSE 2:1—7 — SERMÃO 004 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM ÉFESO — PARTE 001

APOCALIPSE 2:1—7 — SERMÃO 005 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM ÉFESO — PARTE 002

APOCALIPSE 2:8—11 — SERMÃO 006 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM ESMIRNA — PARTE 001

APOCALIPSE 2:8—11 — SERMÃO 007 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM ESMIRNA — PARTE 002

APOCALIPSE 2:12—17 — SERMÃO 008 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM PÉRGAMO — PARTE 001

APOCALIPSE 2:12—17 — SERMÃO 009 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM PÉRGAMO — PARTE 002

APOCALIPSE 2:12—17 — SERMÃO 010 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM PÉRGAMO — PARTE 003

APOCALIPSE 2:12—17 — SERMÃO 011 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM PÉRGAMO — PARTE 004

APOCALIPSE 2:12—17 — SERMÃO 012 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM PÉRGAMO — PARTE 005 FINAL

APOCALIPSE 2:18—29 — SERMÃO 013 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM TIATIRA — PARTE 001

APOCALIPSE 2:18—29 — SERMÃO 014 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM TIATIRA — PARTE 002

APOCALIPSE 2:18—29 — SERMÃO 015 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM TIATIRA — PARTE 003

APOCALIPSE 2:18—29 — SERMÃO 016 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM TIATIRA — PARTE 004

APOCALIPSE 2:18—29 — SERMÃO 017 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM TIATIRA — PARTE 005

APOCALIPSE 2:18—29 — SERMÃO 018A/B — UMA CARTA PARA A IGREJA EM TIATIRA — PARTE 006A/B

APOCALIPSE 3:1—6 — SERMÃO 019 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM SARDES— PARTE 001

APOCALIPSE 3:1—6 — SERMÃO 020 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM SARDES— PARTE 002

APOCALIPSE 3:1—6 — SERMÃO 021 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM SARDES— PARTE 003

APOCALIPSE 3:1—6 — SERMÃO 022 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM SARDES— PARTE 004

APOCALIPSE 3:1—6 — SERMÃO 023 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM SARDES— PARTE 005 — FINAL

Apocalipse 3:7—13 — SERMÃO 024 – UMA CARTA PARA A IGREJA EM FILADÉLFIA — PARTE 001

Apocalipse 3:7—13 — SERMÃO 025 – UMA CARTA PARA A IGREJA EM FILADÉLFIA — PARTE 002

Que Deus abençoe a todos

Alexandros Meimaridis

PS. Pedimos a todos os nossos leitores que puderem que “curtam” nossa página no Facebook através do seguinte link:


Desde já agradecemos a todos.    

Os comentários não representam a opinião do Blog O Grande Diálogo; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário