sexta-feira, 24 de março de 2017

A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus – ESTUDO 022 — PARA O QUÊ DEUS NOS ESCOLHEU?


Resultado de imagem para imagens santos e irrepreensíveis


NESSA SÉRIE NÓS ESTAMOS TRATANDO DE DOIS ASPECTOS IMPORTANTES ACERCA DA VERDADEIRA IGREJA: 1) A IGREJA COMO CORPO DE CRISTO; E 2) A IGREJA NO PLANO ETERNO DE DEUS. CONVIDAMOS TODOS OS NOSSOS LEITORES A ACOMPANHAREM ESSA SÉRIE E COMPARTILHAREM A MESMA COM TODOS OS SEUS CONHECIDOS, AMIGOS E IRMÃOS. OUTROS ESTUDOS DESSA SÉRIE PODERÃO SER ENCONTRADOS POR MEIO DE LINKS NO FIM DE CADA ESTUDO.
Efésios 1:4 - Assim como nos escolheu nele antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele; e em amor.

Conforme falamos anteriormente, os versículos 3 a 14 de Efésios 1 são realmente uma explosão de louvor. Louvor a Deus que nos escolhe exclusivamente pela Sua graça — ver Efésios 1:4—5 e comparar com Romanos 11:5.

Na longa exposição — ver estudos desta série abaixo — feita no evangelho de João, acerca da doutrina da eleição, nós vimos que:

1. Não existe salvação fora da fé exclusivamente em Jesus Cristo por causa de Quem Ele era, i.e., Deus mesmo e por causa das obras que Ele fez “como nenhum outro fez”.

2. Somente aqueles que o Pai dá ao Senhor Jesus é que virão ao Senhor Jesus e serão salvos.

3. Os que rejeitam a graça salvadora de Deus são considerados por Deus mesmo como “indesculpáveis”.

A segunda parte de Efésios 1:4 deixa bem claro o propósito de Deus para nós ao nos salvar em Cristo. Muitos crentes e muitas igrejas têm reduzido o propósito de Deus para nossa salvação à uma apólice de seguro “contra incêndio”, como uma garantia de que iremos para o céu e não para o inferno. Mas o propósito de Deus na nossa salvação vai muito, além disso. Muitos crentes pensam que uma vez que estão de posse da “apólice de seguro” podem então viver como bem quiserem. Podem, inclusive, desfrutar do pecado. Entre esses encontramos alguns que chegam ao cúmulo de fazer apologia aberta a uma vida pecaminosa. Outros há, que se orgulham de terem sido eleitos por Deus, como se tivessem algum mérito neste processo. O fato é que essa doutrina de eleição é tão complexa e delicada que, quase sempre, vamos encontrar pessoas que abusam da mesma de uma maneira ou de outra. Antes de tudo temos que notar que não fomos escolhidos porque éramos santos ou melhores que outras pessoas. Portanto não existia nenhum mérito em nós que obrigasse Deus a nos escolher. Por outro lado temos que entender que usar a doutrina da eleição como desculpa ou permissão para viver no pecado demonstra, na realidade, um coração ainda irregenerado. Fomos eleitos pela graça de Deus e fomos escolhidos por Deus para sermos santos e irrepreensíveis diante de Deus.

Paulo usa dois termos para descrever o propósito de Deus para nós. Ele diz que Deus nos escolheu para sermos santos e irrepreensíveis. As duas palavras significam, basicamente, a mesma coisa. A ênfase ou o aspecto focalizado é que é diferente. A palavra grega ἁγίους agíous  — santos, quer dizer algo muito santo ou um santo e se refere à condição interna da pessoa descrita, Isto é, descreve aquilo que a pessoas é no íntimo, lá dentro. Por sua vez a palavra grega ἀμώμους amómous — irrepreensíveis é usada para descrever algo sem defeito, como um animal sem mancha ou defeito; serve também, desse modo, para descrever alguém que é moralmente sem defeito, perfeito ou irrepreensível. O termo santidade descreve nossa condição de pureza interna ao passo que irrepreensível descreve nossa condição externa de pureza. Esses dois aspectos não podem ser nem ignorados nem desprezados, pois foi exatamente para alcançá-los na vida da Igreja que o Senhor Jesus entregou sua vida como um sacrifício na cruz do Calvário —

Efésios 5:25—27

25 Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela,

26 para que a santificasse, tendo-a purificado por meio da lavagem de água pela palavra,

27 para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, porém santa e sem defeito.

A verdadeira igreja do Senhor Jesus precisa ser irrepreensível, ou seja, sem culpa externamente e completamente santa ou pura, internamente. Quando olhamos para as igrejas nos dias de hoje vemos como é lamentável o quadro que se apresenta diante de nós. As denominações que pretendem representar a verdadeira igreja cristã estão longe de serem puras porque são completamente repreensíveis! O apóstolo Paulo entendia perfeitamente bem essa necessidade que a Igreja possui ao dizer as palavras que estão registradas em 2 Coríntios 11:23—28, com especial ênfase no verso 28!

23 São ministros de Cristo? (Falo como fora de mim.) Eu ainda mais: em trabalhos, muito mais; muito mais em prisões; em açoites, sem medida; em perigos de morte, muitas vezes.

24 Cinco vezes recebi dos judeus uma quarentena de açoites menos um;

25 fui três vezes fustigado com varas; uma vez, apedrejado; em naufrágio, três vezes; uma noite e um dia passei na voragem do mar;

26 em jornadas, muitas vezes; em perigos de rios, em perigos de salteadores, em perigos entre patrícios, em perigos entre gentios, em perigos na cidade, em perigos no deserto, em perigos no mar, em perigos entre falsos irmãos;

27 em trabalhos e fadigas, em vigílias, muitas vezes; em fome e sede, em jejuns, muitas vezes; em frio e nudez.

28 Além das coisas exteriores, há o que pesa sobre mim diariamente, a preocupação com todas as igrejas.

Sermos santos e irrepreensíveis quer dizer que temos que experimentar, de modo prático, a reversão daquilo que experimentamos como resultado da queda de nossos primeiros pais. Por causa da desobediência de Adão no jardim do Éden todos nós, porque estávamos em Adão, i.e., porque descendemos de Adão, estamos sujeitos às consequências da queda —

Romanos 5:12

Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram.

Somos todos pecadores na prática. A queda foi obra do diabo. Mas Jesus veio para desfazer as obras do diabo que incluem a prática do pecado por parte dos seres humanos —

1 João 3:8

Aquele que pratica o pecado procede do diabo, porque o diabo vive pecando desde o princípio. Para isto se manifestou o Filho de Deus: para destruir as obras do diabo.

Jesus veio trazer nova vida. Uma vida caracterizada por uma pureza essencial que é representada por um estado saudável ou cheio de plenitude. Assim a Igreja precisa manifestar uma harmonia perfeita onde o exterior, que é visível, é o perfeito reflexo do interior invisível.

OUTROS ESTUDOS ACERCA DA IGREJA COMO CORPO DE CRISTO E NO PLANO ETERNO DE DEUS
A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus — ESTUDO 001 — A Igreja
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2014/09/a-igreja-como-corpo-de-cristo-e-no.html
A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus — ESTUDO 002 — A Unidade de Igreja
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2014/10/a-igreja-como-corpo-de-cristo-e-no.html
A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus — ESTUDO 003 — Como a Unidade Funciona na Prática
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2014/11/a-igreja-como-corpo-de-cristo-e-no.html
A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus — ESTUDO 004 — Como o Amor Funciona na Prática
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2014/12/a-igreja-como-corpo-de-cristo-e-no.html
A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus — ESTUDO 005 — Unidade em Meio à Diversidade
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2015/01/a-igreja-como-corpo-de-cristo-e-no.html
A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus — ESTUDO 006 — Unidade Com Variedade Mas com Harmonia
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2015/02/a-igreja-como-corpo-de-cristo-e-no.html
A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus — ESTUDO 007 — A Igreja Como o “Mistério” de Deus e Uma Introdução a Efésios 1:3—14
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2015/03/a-igreja-como-corpo-de-cristo-e-no.html
A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus — ESTUDO 008 — Uma Introdução a Efésios 1:3—14
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2015/06/efesios-13-igreja-como-corpo-de-cristo.html
A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus — ESTUDO 009 — A Bênção Espiritual — Efésios 1:3
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2015/07/a-igreja-como-corpo-de-cristo-e-no_5.html
A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus — ESTUDO 010 — As Regiões Celestiais — Efésios 1:3
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2015/08/a-igreja-como-corpo-de-cristo-e-no.html
A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus — ESTUDO 011 — Nossa Escolha ou Eleição Divina — Efésios 1:4 — Parte 001
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2015/09/a-igreja-como-corpo-de-cristo-e-no.html
A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus — ESTUDO 012  A —Escolha ou Eleição Divina — Efésios 1:4 — PARTE 002
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2015/11/a-igreja-como-corpo-de-cristo-e-no.html
A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus — ESTUDO 013 — A Escolha ou Eleição Divina — Efésios 1:4 — PARTE 003
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2015/12/a-igreja-como-corpo-de-cristo-e-no_98.html
A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus — ESTUDO 014 — A Escolha ou Eleição Divina — Efésios 1:4 — PARTE 004
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2016/02/a-igreja-como-corpo-de-cristo-e-no.html
A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus — ESTUDO 015 — A Escolha ou Eleição Divina — Efésios 1:4 — PARTE 005
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2016/04/a-igreja-como-corpo-de-cristo-e-no.html
A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus — ESTUDO 016 — A Escolha ou Eleição Divina — Efésios 1:4 — PARTE 006
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2016/06/a-igreja-como-corpo-de-cristo-e-no.html
A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus — ESTUDO 017 — A Escolha ou Eleição Divina — Efésios 1:4 — PARTE 007 — O Mundo Nos Odeia
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2016/07/a-igreja-como-corpo-de-cristo-e-no.html
A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus — ESTUDO 018 — A Escolha ou Eleição Divina — Efésios 1:4 — PARTE 008 — Por que O Mundo Nos Odeia
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2016/09/a-igreja-como-corpo-de-cristo-e-no_29.html
A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus — ESTUDO 019 — As Desculpas para Rejeitar a Jesus e o Evangelho da Graça — PARTE 001
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2017/01/a-igreja-como-corpo-de-cristo-e-no_4.html
A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus — ESTUDO 020 — As Desculpas para Rejeitar a Jesus e o Evangelho da Graça — PARTE 002
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2017/01/a-igreja-como-corpo-de-cristo-e-no_5.html
A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus — ESTUDO 021 — As Desculpas para Rejeitar a Jesus e o Evangelho da Graça — PARTE 003
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2017/01/a-igreja-como-corpo-de-cristo-e-no_6.html
A Igreja Como Corpo de Cristo e No Plano Eterno de Deus — ESTUDO 022 — O Propósito de Deus em Nossa Eleição: Nos Fazer Santos e Irrepreensíveis
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2017/03/a-igreja-como-corpo-de-cristo-e-no.html

Que Deus abençoe a todos.

Alexandros Meimaridis


PS. Pedimos a todos os nossos leitores que puderem que “curtam” nossa página no Facebook através do seguinte link:
http://www.facebook.com/pages/O-Grande-Diálogo/193483684110775
Desde já agradecemos a todos. 
Os comentários não representam a opinião do Blog O Grande Diálogo; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário