segunda-feira, 28 de março de 2016

ANDREW MURRAY - ESTUDO 012 – ESTANDO EM PAZ COM A VONTADE DE DEUS



ESSA SÉRIE DE ARTIGOS ESTÁ BASEADA EM UM LIVRO ESCRITO POR ANDREW MURRAY CUJO TÍTULO ORIGINAL É: NOT MY WILL OU NÃO A MINHA VONTADE. ESPERAMOS E ORAMOS QUE TODOS POSSAM SER RICAMENTE ABENÇOADOS POR MEIO DESSAS MEDITAÇÕES

Atos 21:14

Como, porém, não o persuadimos, conformados, dissemos: Faça-se a vontade do Senhor!

Paulo estava em Cesareia, indo para Jerusalém. Ágabo, um profeta, declarou por meio do Espírito Santo que Paulo seria feito prisioneiro pelos judeus e entregue aos romanos. Os amigos do apóstolo pediram para que o mesmo desistisse de ir até Jerusalém. Mas Paulo disse a eles que estava pronto, não apenas para se tornar um prisioneiro, mas até mesmo para morrer pelo nome do Senhor Jesus. Quando seus amigos entenderam que não podiam persuadi-lo, eles disseram: “seja feita a vontade de Deus”. Eles se submeteram ao que perceberam ser a vontade de Deus.

Essa história nos ensina como nós podemos encontrar descanso para nossos corações durante as horas mais difíceis e também, como enfrentar tudo o que causa medo e tristeza — que seja feita a vontade de Deus.

Existe uma diferença entre a vontade agradável de Deus, que é a vontade que procede dum Deus Santo que nos ama, e Sua vontade permissiva, que é sua vontade Soberana sobre todos. A primeira inclui todos que se encontram numa posição correta diante de Deus, para os quais o próprio Deus tem palavras de aprovação e mandamentos a serem obedecidos. A segunda engloba tudo que acontece, até mesmo as atividades dos ímpios. Nada ocorre em todo universo separado de Sua vontade permissiva. Não era a vontade agradável de Deus, que Paulo fosse entregue a seus inimigos, mas era sua vontade permissiva.

Compreender essa verdade é um dos maiores confortos na vida dum cristão: qualquer coisa desagradável que possa ocorrer a um Cristão só acontece por causa da vontade permissiva de Deus e, portanto, os problemas e dificuldades nos quais um cristão se encontra são a vontade de Deus para ele. Não é a vontade de Deus que alguém me odeie ou me persiga; Deus não deseja o pecado. Porém, se alguém me odeia ou me persegue eu sei que Deus permitiu que isso acontecesse e que as provações e o sofrimento são Sua vontade para mim.

Uma vez que eu aceito essa verdade, posso voltar minha atenção para longe daquilo que causa a minha dificuldade e também das pessoas que me incomodam e fixar meu coração em Deus que, dentro de sua vontade, quer que eu suporte tal sofrimento. Então, eu posso começar a seguir o exemplo de Jesus, que aceitou ser traído por Judas e também sofreu com o ódio de Caifás como sendo parte da vontade de Deus, o mesmo sendo verdadeiro com o cálice que o Pai havia dado para Ele beber. Então, nenhum poder sobre a Terra ou, no inferno, pode roubar minha paz de coração, a segurança de que a vontade de Deus me trouxe para dentro de uma situação específica.

Para que você possa sempre desfrutar dessa benção deixe-me te ensinar quatro simples lições:

1. Quando você for provado ou afligido, lembre-se imediatamente do seguinte: eu estou aqui pela vontade de Deus, exatamente onde Ele planejou que eu estivesse. Independentemente se a provação ocorreu por causa do ódio dum inimigo ou da deslealdade dum amigo, por causa dum erro que eu mesmo cometi ou, por uma direção específica de Deus, preciso sempre me lembrar que tal dificuldade é Sua vontade para mim. A essa vontade eu preciso me submeter. Essa deve ser minha primeira preocupação. A paz verdadeira, só pode ser encontrada quando eu estou dentro da vontade de Deus. De fato, naquele momento, eu não poderia me encontrar em uma circunstância melhor, por que estou dentro de Sua vontade. Seja feita a vontade de Deus!

2. Então, você também poderá afirmar de forma corajosa e confiante o seguinte: “Deus, tendo me conduzido para dentro dessa dificuldade, certamente me dará a graça para me conduzir até eu sair da mesma”. Eu preciso manter uma submissão silenciosa, uma confiança inamovível e uma entrega completa a Sua vontade, por meio da qual, eu preciso honrar o Senhor. Essas são coisas que ele mesmo me ajudará a fazer. Eu me atrevo a esperar por elas sem duvidar. Foi ele que me conduziu até aqui e é ele que também vigia sobre minha vida.

3. Você pode ir mais além e dizer: “O próprio Deus irá me ensinar, porque Ele me conduziu para essa provação”. O propósito de Deus é sempre a nossa santificação e por isso ele nos disciplina. Sua intenção é nos livrar do poder da carne e do mundo, da autovontade e do desejo de agradar nosso ego, para nos humilhar e nos transformar em pessoas que tenham uma mentalidade como de crianças, que confiam plenamente em Deus. Portanto, eu posso ter certeza que aquele que me colocou no caldeirão acompanha todo processo cuidadosamente, com o objetivo de me purificar e aperfeiçoar. Ciente disso, eu me entrego com todo meu coração para fazer a Sua vontade, dizendo: “deixe Deus fazer o que é certo conforme sua própria vontade. Seja feita a vontade de Deus”!

4. Você também terá a ousadia de dizer: “a vontade de Deus, que me trouxe até aqui, também pode me ajudar a sair dessas tribulações, de acordo com Seu próprio Tempo e Sua própria maneira”. Sua obra é levar adiante o plano que, em Seu amor, Ele desenhou para mim. Minha parte é me entregar completamente para fazer Sua vontade. Isso é o que eu quero fazer. Seja com lágrimas ou com alegria, em submissão silenciosa ou alegre, eu irei sempre viver como um cidadão do céu deve viver, com um único desejo em meu coração: seja feita a vontade de Deus!

Que benção é conhecer que as mais difíceis provas, a mais amarga aflição, assim como o menor dos desapontamentos e também os medos passageiros, tudo pode trabalhar junto para fazer com que a minha vontade seja uma, de modo completo com a gloriosa vontade do meu Deus.



OUTROS ESTUDOS DA SÉRIE “NOT MY WILL” — NÃO A MINHA VONTADE

Estudo 001 – A VONTADE DE DEUS — A GLÓRIA DO CÉU

Estudo 002 – FAZENDO A VONTADE DE DEUS — O CAMINHO PARA CÉU

Estudo 003 – FAZENDO A VONTADE DE DEUS — NOSSA UNIDADE COM O SENHOR JESUS

Estudo 004 – FAZENDO A VONTADE DE DEUS — QUE OS PERDIDOS SEJAM SALVOS

Estudo 005 – FAZENDO A VONTADE DE DEUS — O ALIMENTO CELESTIAL

Estudo 006 – FAZENDO A VONTADE DE DEUS — SACRIFICANDO MINHA PRÓPRIA VONTADE

Estudo 007 – FAZENDO A VONTADE DE DEUS — O CAMINHO PARA ILUMINAÇÃO ESPIRITUAL

Estudo 008 — A VONTADE DE DEUS — SEJA FEITA A TUA VONTADE

Estudo 009 — A VONTADE DE DEUS — SENHOR QUE QUERES QUE EU FAÇA?

Estudo 010 — A VONTADE DE DEUS — CONHECENDO E FAZENDO A VONTADE DE DEUS

Estudo 011 — A VONTADE DE DEUS — SENDO UMA PESSOA DE ACORDO COM O CORAÇÃO DE DEUS

Estudo 012 — A VONTADE DE DEUS — SEJA FEITA A VONTADE DE DEUS

Estudo 013 — A VONTADE DE DEUS — PRATICANDO A VONTADE DE DEUS

Estudo 014 — A VONTADE DE DEUS — A RENOVAÇÃO DA MENTE E A VONTADE DE DEUS

Estudo 015 — A VONTADE DE DEUS — É A VONTADE DE DEUS QUE CRISTO NOS LEVE PARA FORA DESSE MUNDO

Estudo 016 — A VONTADE DE DEUS — ORE PARA SER CHEIO COM O CONHECIMENTO DA VONTADE DE DEUS

Que Deus abençoe a todos

Alexandros Meimaridis.

Traduzido do original e adaptado por Alexandros Meimaridis

PS. Pedimos a todos os nossos leitores que puderem que “curtam” nossa página no Facebook através do seguinte link:


Desde já agradecemos a todos.   

Um comentário:

  1. Amém, que grande alívio para as nossas almas esta boa vontade de Deus nos traz!

    ResponderExcluir