quarta-feira, 27 de julho de 2016

NOSSA RIQUEZA EM CRISTO — ESTUDO 038B — EFÉSIOS 3:8—12 — AS INSONDÁVEIS RIQUEZAS DE CRISTO — PARTE 002 — A IGREJA EDIFICADA SOBRE CRISTO


 
Esse artigo é parte da série "Em Cristo" e é muito recomendável que o leitor procure conhecer todos os aspectos das verdades contidas nessa série, com aplicações para os nossos dias. No final do artigo você encontrará um link para o estudo posterior

38 – Efésios 3:8—12 - A mim, o menor de todos os santos, me foi dada esta graça de pregar aos gentios o evangelho das insondáveis riquezas de Cristo e manifestar qual seja a dispensação do mistério, desde os séculos, oculto em Deus, que criou todas as coisas, para que, pela igreja, a multiforme sabedoria de Deus se torne conhecida, agora, dos principados e potestades nos lugares celestiais, segundo o eterno propósito que estabeleceu em Cristo Jesus, nosso Senhor, pelo qual temos ousadia e acesso com confiança, mediante a fé nele.

CONTINUAÇÃO...

Para que, pela igreja, a multiforme sabedoria de Deus se torne conhecida — Nessa porção dos versículos 8 a 12 de Efésios capítulo 3 que estamos estudando agora, Paulo introduz a expressão grega ἐκκλησία ekklesía — pronuncia-se eclissía — traduzida pela expressão igreja. Ah! A Igreja do Senhor. Quantas aberrações não existem ao redor deste nome: IGREJA. Quantos crimes não se têm perpetrado em nome da igreja e por extensão em nome de Deus? Quanta imoralidade não se tem praticado sob a coberta da igreja? Quanto abuso espiritual não se tem imposto sob a alegação de que é o melhor para a igreja? Estas situações servem para demonstrar muito bem o quão importante deve ser para nós a doutrina de igreja. Precisamos entender qual era a intenção do Senhor quando planejou a igreja e quando a implementou, para podermos evitar os grandes abismos em que as chamadas “igrejas cristãs” se encontram atualmente. Não desejamos escrever um compêndio de eclesiologia — doutrina da igreja propriamente dita — e sim responder apenas a uma pergunta que consideramos da maior importância:

O que é a Igreja? uma interpretação de mateus 16:18

Para responder a esta pergunta de maneira apropriada é necessário começarmos com uma exegese — interpretação — do texto de Mateus 16:18 que diz:

κἀγὼ δέ σοι λέγω ὅτι σὺ εἶ Πέτρος, καὶ ἐπὶ ταύτῃ τῇ πέτρᾳ οἰκοδομήσω μου τὴν ἐκκλησίαν καὶ πύλαι ᾅδου οὐ κατισχύσουσιν αὐτῆς.[1]

Também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela.

No texto acima, tanto no original grego quanto no português, existem cinco expressões que estão sublinhadas. E são essas expressões que irão ocupar nossa exposição. Assim temos:

1. A ênfase neste versículo está na expressão “eu te digo” que faz um perfeito paralelo com a frase anterior proferida por Jesus no verso imediatamente anterior, quando Ele diz: “... não foi carne e sangue quem to revelaram, mas meu Pai, que está nos céus”. O paralelo que existe é entre a revelação concedida pelo Pai e esta agora que será concedida pelo Filho. Não existe nenhum tipo de contraste que possa ser representado pelas frases “tu és o Cristo X tu és Pedro”. Note que no verso 17 Cristo chama Pedro pelo seu próprio nome que é Simão — este nome pode ser uma forma diminutiva de Simeão que quer dizer “Deus ouviu” ou, como outros têm sugerido o significado poderia ser “impulsivo” ou “nariz arrebitado”. Em João 1:42 nós lemos que Jesus mudou, profeticamente falando, o nome de Simão para  Κηφᾶς Kefâs — Cefas que quer dizer “pedregulho” e de onde se deriva a forma grega Πέτρος Pétros — pedregulho e esse nome sugere estabilidade. Em João 1:42 era uma profecia, agora, diante das revelações recebidas do Pai e do Filho e, especialmente, diante da confissão feita – Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo — ver Mateus 16:16 — a impulsividade de Simão começa a dar lugar à estabilidade de Pedro.

2. Existe, todavia, no texto grego um evidente jogo de palavras entre Πέτρος Pétros — pedregulho ou pequena porção da rocha e πέτρα pétra — rocha no grego. A mesma palavra traduzida aqui por pedra é usada em Mateus 7:24 e traduzida por rocha. Os tradutores optaram por pedra para manter um possível jogo de palavras também em português. Mas, e se o diálogo original se passou em aramaico? A expressão Κηφᾶς Kefâs — Cefas não implicaria no jogo de palavras.

3. ἐκκλησία ekklesía — igreja. Essa palavra era usada no grego em que o Novo Testamento foi escrito, conhecido como “grego koiné” ou comum, para descrever uma assembleia regular dos cidadãos de uma cidade — ver Atos 19:39 —  bem como para descrever uma congregação dispersa — ver Atos 8:1—3. Mateus é o único dos quatro evangelistas a usar a palavra ἐκκλησία ekklesía — igreja como tendo sido proferida por Cristo. Jesus usou esta palavra propositadamente. Da mesma maneira como a palavra grega ἐκκλησία ekklesía — igreja foi usada na tradução feita das escrituras hebraicas para o grego conhecida como Septuaginta — ver Deuteronômio 31:30 e Salmo 107:32 — para representar a congregação de Israel reunida no Antigo Testamento, essa mesma palavra, ἐκκλησία ekklesía — igreja, também representa o novo Israel no Novo Testamento. O estudo do Salmo 89 é crucial para entendermos Mateus 16:18. O texto do Salmo 89 na Septuaginta — LXX — nos oferece os seguintes elementos:

οἰκοδομήσω oikodoméso — Salmo 89:5: Para sempre estabelecerei — Salmos 89:4 na Almeida Revista e Atualizada no Brasil que segue o texto Massorético — TM — em vez da Septuaginta — LXX.

ἐκκλησίᾳ ἁγίων ekklesía agíon  — Salmo 89:6 — Assembleia dos Santos — Salmos 89:5 na Almeida Revista e Atualizada no Brasil que segue o texto Massorético — TM — em vez da Septuaginta — LXX.

κατισχύσει — Salmo 89:22 — A minha mão será firme com ele — Salmos 89:21 na Almeida Revista e Atualizada no Brasil que segue o texto Massorético — TM — em vez da Septuaginta — LXX.

χριστόν Christón — Salmo 89:39 e 52 — teu ungido — messias. Salmos 89:38 e 51 na Almeida Revista e Atualizada no Brasil que segue o texto Massorético – TM – em vez da Septuaginta – LXX.

ᾅδου ádou — Salmo 89:49 — Ou que livre sua alma das garras do sepulcro. Salmos 89:48  na Almeida Revista e Atualizada no Brasil que segue o texto Massorético — TM — em vez da Septuaginta — LXX.

Note que todas as palavras do versículo de Mateus 16:18 que são as mais relevantes,

κἀγὼ δέ σοι λέγω ὅτι σὺ εἶ Πέτρος, καὶ ἐπὶ ταύτῃ τῇ πέτρᾳ οἰκοδομήσω μου τὴν ἐκκλησίαν καὶ πύλαι ᾅδου οὐ κατισχύσουσιν αὐτῆς.[2]

podem ser encontradas no Salmo 89. Deve ficar evidente que a afirmativa de Jesus não tem nada a ver com Pedro já que a mesma faz referência a um Salmo que foi escrito cerca de 1000 anos antes de Pedro existir. O salmo 89 é um salmo messiânico e reflete a vitória do ungido de Deus sobre Seus inimigos, incluído a morte. Somente Jesus tem estes atributos. Ele é o Χριστὸς o Christós — o Messias — o Ungido do Senhor, aquele que vai οἰκοδομήσω — oikodoméso — edificar(ei) Sua ἐκκλησία ekklesía — igreja e as portas do ᾅδου ádou inferno, não κατισχύσουσιν katischúsousin — prevalecerão contra ela!

Não devemos ter nenhuma dúvida de que Cristo tinha em mente o Salmo 89 ao fazer a afirmação que fez para Pedro em Mateus 16:18 e que, em nenhuma hipótese ele poderia, sob nenhuma perspectiva, estar se referindo a Pedro quando disse aquelas palavras. O pensamento do Senhor, certamente, estava no Salmo 89.

Além disso, em 1 Pedro 2:5 o apóstolo Pedro declara: “também vós mesmos, como pedras que vivem, sois edificados οἰκοδομεῖσθε oikodomeîsthe — casa espiritual. Difícil escaparmos da conclusão que Pedro está fazendo uma referência direta a Mateus 16:18. Mais adiante em 1 Pedro 2:9—10 Pedro nos dá prova concludente de que está se referindo à igreja como um todo e não a algum corpo local de cristãos — ver também 1 Pedro 1:1. A Igreja é então uma GRANDE CASA ESPIRITUAL. É o Israel de Deus e não a nação judaica que está sendo descrito aqui.

Quem é a Rocha? Não é Pedro, nem primariamente nem exclusivamente. Pedro, com a resposta que deu — Tu és o Cristo — forneceu a dica para a ilustração sobre qual rocha a igreja seria edificada. Cristo é a rocha:

1 Pedro 2:6—8

Pois isso está na Escritura: Eis que ponho em Sião uma pedra angular, eleita e preciosa; e quem nela crer não será, de modo algum, envergonhado. Para vós outros, portanto, os que credes, é a preciosidade; mas, para os descrentes, A pedra que os construtores rejeitaram, essa veio a ser a principal pedra, angular e: Pedra — πέτρα pétra — rocha de tropeço e rocha de ofensa. São estes os que tropeçam na palavra, sendo desobedientes, para o que também foram postos.

É exatamente porque a igreja está sendo edificada sobre Cristo que a perpetuidade da mesma está garantida.

O ᾅδου ádou — inferno é tecnicamente o mundo invisível, correspondendo ao שְׁאוֹל sheol hebraico, à terra dos que partiram, a morte. O apóstolo Paulo usa a expressão θάνατος thánatos morte na citação que faz de Oséias 13:14 em 1 Coríntios 15:55. Em Oséias 13:14, na tradução das Escrituras hebraicas para o grego conhecida como a Septuaginta, encontramos tanto a palavra ᾅδου ádou — inferno como a palavra θάνατος thánatos — morte e as duas querem dizer a mesma coisa. A expressão ᾅδου ádou — inferno é muito comum em túmulos da Ásia Menor, o que testemunha seu uso comum na religião da Grécia antiga. Os pagãos costumavam dividir o ᾅδου ádou — inferno em duas partes: Elisium e Tártaros. Já os Judeus, nos dias de Cristo — ver Lucas 16:19—31 — o dividiam em: Seio de Abraão e Inferno, propriamente dito. No Antigo Testamento o conceito representado pela expressão “portas do ades ou portas do sheol” nunca admite nenhum outro significado que não seja a morte — θάνατος thánatos. Assim temos que: é a morte que dá acesso ou que funciona como porta de passagem, à região tenebrosa —

Jó 38:17

Porventura, te foram reveladas as portas da morte ou viste essas portas da região tenebrosa?

Salmos 9:13

Compadece-te de mim, SENHOR; vê a que sofrimentos me reduziram os que me odeiam, tu que me levantas das portas da morte.


Salmo 107:18

A sua alma aborreceu toda sorte de comida, e chegaram às portas da morte.

Isaías 38:10

Eu disse: Em pleno vigor de meus dias, hei de entrar nas portas do além; roubado estou do resto dos meus anos.

Aqui, em Mateus 16:18 não temos o ᾅδου ádou — inferno, atacando a Igreja e sim a proclamação do fato de que a morte — θάνατος thánatos —  que funciona como a porta do inferno, não ter qualquer possibilidade de vencer a Igreja. O Senhor Jesus venceu a morte mediante Sua ressurreição. Sua vitória é nossa maior garantia de que nós também iremos vencer. Nunca é demais nos lembrar das palavras do próprio Senhor quando disse:

João 14:19

Ainda por um pouco, e o mundo não me verá mais; vós, porém, me vereis; porque eu vivo, vós também vivereis.

Esse é exatamente o argumento usado pelo apóstolo Paulo em 1 Coríntios15.

A Igreja está edificada sobre o messianismo do seu Senhor, e a morte — θάνατος thánatos  — que é o portão do ᾅδου ádou — inferno, não prevalecerá contra a ἐκκλησία ekklesía — igreja, pois não conseguirá manter prisioneiro seu Senhor e Cristo, que é o Filho do Deus Vivo. Naquele momento, esta era ainda uma verdade envolta em certo mistério, mas em breve ela seria proclamada com todas suas implicações —

Atos 2:22—32

22 Varões israelitas, atendei a estas palavras: Jesus, o Nazareno, varão aprovado por Deus diante de vós com milagres, prodígios e sinais, os quais o próprio Deus realizou por intermédio dele entre vós, como vós mesmos sabeis;

23 sendo este entregue pelo determinado desígnio e presciência de Deus, vós o matastes, crucificando-o por mãos de iníquos;

24 ao qual, porém, Deus ressuscitou, rompendo os grilhões da morte; porquanto não era possível fosse ele retido por ela.

25 Porque a respeito dele diz Davi: Diante de mim via sempre o Senhor, porque está à minha direita, para que eu não seja abalado.

26 Por isso, se alegrou o meu coração, e a minha língua exultou; além disto, também a minha própria carne repousará em esperança,

27 porque não deixarás a minha alma na morte, nem permitirás que o teu Santo veja corrupção.

28 Fizeste-me conhecer os caminhos da vida, encher-me-ás de alegria na tua presença.

29 Irmãos, seja-me permitido dizer-vos claramente a respeito do patriarca Davi que ele morreu e foi sepultado, e o seu túmulo permanece entre nós até hoje.

30 Sendo, pois, profeta e sabendo que Deus lhe havia jurado que um dos seus descendentes se assentaria no seu trono,
31 prevendo isto, referiu-se à ressurreição de Cristo, que nem foi deixado na morte, nem o seu corpo experimentou corrupção.

32 A este Jesus Deus ressuscitou, do que todos nós somos testemunhas.

A Igreja permanecerá eternamente porque Cristo irá vencer os portões do ᾅδου ádou — inferno que são representados pela θάνατος thánatos — a morte e retornar vitorioso dentre os mortos —

2 Timóteo 1:8—1

Não te envergonhes, portanto, do testemunho de nosso Senhor, nem do seu encarcerado, que sou eu; pelo contrário, participa comigo dos sofrimentos, a favor do evangelho, segundo o poder de Deus, que nos salvou e nos chamou com santa vocação; não segundo as nossas obras, mas conforme a sua própria determinação e graça que nos foi dada em Cristo Jesus, antes dos tempos eternos, e manifestada, agora, pelo aparecimento de nosso Salvador Cristo Jesus, o qual não só destruiu a morte, como trouxe à luz a vida e a imortalidade, mediante o evangelho, para o qual eu fui designado pregador, apóstolo e mestre e, por isso, estou sofrendo estas coisas; todavia, não me envergonho, porque sei em quem tenho crido e estou certo de que ele é poderoso para guardar o meu depósito até aquele Dia.

Como Jesus vive eternamente, Ele mesmo é o garantidor da perpetuidade da Igreja, que é Seu povo.

Conclusões acerca da exegese ou interpretação de Mateus 16:18:

1. A ênfase está em “Eu digo”. É o Senhor Jesus quem fala.

2. A Igreja é: assembleia local e congregação dispersa = povo de Deus.

3. A Igreja é Local e Universal = grande casa espiritual.

4. A rocha sobre a qual a Igreja está sendo edificada é Cristo —

Efésios 2:20

Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, Cristo Jesus, a pedra angular.

5. A Igreja permanecerá para sempre. Cristo é quem garante.

6. A morte não tem qualquer possibilidade de vencer a Igreja.

O plano de Deus, apesar de não ter começado dinamicamente ao tempo de Mateus 16:18 estava, todavia, destinado a pleno sucesso. Nas palavras de Tiago encontradas em —

Atos 15:14

Deus, primeiramente, visitou os gentios, a fim de constituir dentre eles um povo para seu nome.

nós temos o propósito de Deus para os nosso dias.


Mas, voltemos a pergunta formulada no início dessa parte:

O que é a Igreja?

CONTINUA...
LISTA DE OUTROS ESTUDOS DA SÉRIE “EM CRISTO”:

O estudo introdutório dessa série, número 000, pode ser encontrado aqui:

O estudo número 001 dessa série — Justificação Gratuita — pode ser encontrado aqui:

O estudo 002 dessa série — Nossa Identidade com Cristo — poderá ser encontrado aqui:

O estudo 003 dessa séria — Mortos para o Pecado, Mas Vivos para Deus — poderá ser encontrado aqui:

O estudo 004 dessa série — O Salário do Pecado X o Dom Gratuito de Deus — poderá ser encontrado aqui:

O estudo 005 dessa série — Nenhuma Condenação em Cristo Jesus — poderá ser encontrado aqui:

O estudo 006 dessa série — Nada Pode nos Separar do Amor de Deus — poderá ser encontrado aqui:

O estudo 007 — Somos Membros uns dos Outros em Cristo — poderá ser encontrado aqui:

O estudo 008 — Santificados em Cristo Jesus — poderá ser encontrado aqui:

O estudo 009 — A Graça de Deus em Cristo Jesus — poderá ser encontrado aqui:

O estudo 010 — Somos de Deus em Cristo — poderá ser encontrado aqui:

O estudo 011 — Somos Espirituais em Cristo — poderá ser encontrado aqui:

O estudo 012 — Somos Loucos, Fracos e Desprezíveis Porque Estamos em Cristo — poderá ser encontrado aqui:

O estudo 013 — Somos Gerados em Cristo — poderá ser encontrado aqui:

O estudo 014 — Nossa Esperança em Cristo Não se Limita a Essa Vida Apenas — poderá ser encontrado aqui:

O estudo 015 — Todos Serão Vivificados em Cristo — poderá ser encontrado aqui:

O estudo 016 — Todos São Amados em Cristo — poderá ser encontrado aqui:

O estudo 17 — Somos Todos Ungidos em Cristo — poderá ser encontrado aqui:

O estudo 18 — Não Mercadejamos a Palavra de Deus — poderá ser encontrado aqui:

O estudo 19 — O Véu é Removido em Cristo — poderá ser encontrado aqui:

O estudo 20 — Somos Novas Criaturas em Cristo — poderá ser encontrado aqui:

O estudo 21 — Deus Estava em Cristo Reconciliando Consigo o Mundo — poderá ser encontrado aqui:

Os estudos 22 e 23 — Sendo Conhecido em Cristo — poderão ser encontrados aqui:

O estudo 24 — Nossa Liberdade em Cristo — poderá ser encontrado aqui:

O estudo 25 — Justificação Pela fé em Cristo — poderá ser encontrado aqui:

O estudo 26 — Filhos de Deus em Cristo — poderá ser encontrado aqui:

O estudo 27 — Revestidos em Cristo — poderá ser encontrado aqui:

O estudo 28A — Nossa Unidade em Cristo — PARTE 001 poderá ser encontrado aqui:

O estudo 28B — Nossa Unidade em Cristo — PARTE 002 poderá ser encontrado aqui:

O estudo 029 — Somente a Fé Que Atua Pelo Amor Tem Valor em Cristo

O estudo 030A — A Bênção com Que Somos Abençoados em Cristo – Parte 001

O estudo 030B — A Bênção com Que Somos Abençoados em Cristo – Parte 002

O estudo 030C — A Bênção com Que Somos Abençoados em Cristo – Parte 003 — E a Chamada Visão de Hermes

O estudo 030D — A Bênção com Que Somos Abençoados em Cristo – Parte 004 — O Ensinamento Bíblico Acerca do Céu

O estudo 031 — Desvendando-nos o Mistério da Sua Vontade Em Cristo

O estudo 032 — Para o Louvor da Glória de Deus em Cristo

O estudo 033 — Ressuscitados em Cristo e Assentados nos Lugares Celestiais

O estudo 034 — Mostra a Suprema Riqueza da Sua Graça em Bondade para conosco em Cristo.

O estudo 035 — Mostra como somos salvos em Cristo para a prática de boas obras manifestadas por meio de uma vida de santidade.

O Estudo 036 — Nos Fala de Como Somos Aproximados de Deus Porque Estamos em Cristo.

O Estudo 037 — Nos Fala de Como Somos Co-herdeiros, Co-participantes e Membros dum mesmo Corpo

O Estudo 038A — Nos Fala das Insondáveis Riquezas de Cristo — Parte 001 — Cristo o Mistério Revelado de Deus

O Estudo 038B — Nos Fala das Insondáveis Riquezas de Cristo — Parte 002 — A Igreja Edificada Sobre Cristo

O Estudo 038C — Nos Fala das Insondáveis Riquezas de Cristo — Parte 003 — O Que é a Verdadeira Igreja de Cristo

O Estudo 038D — Nos Fala das Insondáveis Riquezas de Cristo — Parte 004 — O Que é a Verdadeira Igreja de Cristo — O Corpo de Cristo

O Estudo 038E — Nos Fala das Insondáveis Riquezas de Cristo — Parte 005 — O Que é a Verdadeira Igreja de Cristo — A Plenitude de Cristo

O Estudo 038F — Nos Fala das Insondáveis Riquezas de Cristo — Parte 006 — O Que é a Verdadeira Igreja de Cristo — Os Eleitos Por Deus em Cristo
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2016/08/nossa-riqueza-em-cristo-estudo-038f.html

O Estudo 039 — Nos Fala De Como Devemos Glorificar a Deus Porque Estamos em Cristo — Jesus e a Glória de Deus
http://ograndedialogo.blogspot.com.br/2016/10/nossa-riqueza-em-cristo-estudo-039.html

O Estudo 040 — Nos Fala De Como Deus Nos Perdoou em Cristo
Que Deus abençoe a todos.
Alexandros Meimaridis
PS. Pedimos a todos os nossos leitores que puderem que “curtam” nossa página no Facebook através do seguinte link:
Desde já agradecemos a todos.


[1]Black, M., Martini, C. M., Metzger, B. M., & Wikgren, A. The Greek New Testament 4th edition. United Bible Societies, Federal Republic of Germany, 1993, c1979.

[2]Black, M., Martini, C. M., Metzger, B. M., & Wikgren, A. The Greek New Testament 4th edition. United Bible Societies, Federal Republic of Germany, 1993, c1979.

Nenhum comentário:

Postar um comentário