terça-feira, 27 de outubro de 2015

APOCALIPSE: INTRODUÇÃO E AS CARTAS ÀS SETE IGREJAS DA ÁSIA - SERMÃO 015 – APOCALIPSE 2:18-29 - UMA CARTA PARA A IGREJA EM TIATIRA — PARTE 003



O objetivo dessa série é apresentar os três primeiros capítulos do Livro do Apocalipse. Neles vamos encontrar uma REVELAÇÃO muito especial da pessoa de Jesus Cristo. Cremos que é disso que a Igreja dos nossos Dias precisa: Um encontro pessoal e profundo com o Senhor que diz de si mesmo: Eu sou o Alfa e Ômega, diz o Senhor Deus, aquele que é, que era e que há de vir, o Todo-Poderoso. No Final de cada estudo o leitor encontrará os links para os estudos seguintes:

LIVRO DO APOCALIPSE — INTRODUÇÃO E AS CARTAS ÀS SETE IGREJAS DA ÁSIA


Introdução.

A. Estamos expondo as sete cartas enviadas pelo Senhor Jesus para as sete igrejas localizadas na província romana da Ásia. 
B. As cartas, apesar de serem destinadas, originalmente, para sete igrejas mencionadas acima, têm um valor perene de ensinamento que serve para nós até os dias de hoje.   
C. Cada carta tem sua própria ênfase. Sendo assim a ênfase da carta enviada para: 
1. Éfeso é Amor. 
2. Esmirna é Sofrimento. 
3. Pérgamo é Verdade. 
4. Tiatira é Santidade. 
D. Na última mensagem nós tivemos a oportunidade de falar acerca da Jezabel histórica. 
E. Hoje queremos falar da Jezabel mencionada nessa carta enviada para a Igreja em Tiatira e do grave problema relacionado à tolerância do pecado em nossas vidas. 
F. Tal tolerância é uma verdadeira e profunda contradição com aquilo para o que Deus tem nos chamado, que é viver uma vida de santidade. 
G. Portanto, com a graça de Deus, vamos procurar entender:

O PAPEL DA SEGUNDA JEZABEL E DE COMO NÃO PODEMOS TOLERAR O PECADO EM NOSSAS VIDAS

I. A Segunda Jezabel

A. Mais de mil anos já haviam se passado desde que a primeira Jezabel tinha existido. 
B. Agora no fim do primeiro século da Era Cristã nós nos deparamos com uma falsa profetisa, chamada Jezabel, cujos ensinamentos tinham tudo a ver com a idolatria e a imoralidade ensinadas pela primeira Jezabel. 
C. Isso provavelmente acontecia por sua atitude de convencer os crentes a participarem de cerimônias e festas dedicadas a alguma divindade pagã onde o resultado final era sempre a prática de imoralidades desenfreadas — ver Apocalipse 2:20. 
D. Um dos ensinamentos mais comuns dessa mulher e de outros que participavam com ela nessas coisas era que o mal e os pecados da carne podiam ser livremente tolerados sem prejuízo para o Espírito. Nossa natureza pecaminosa deseja mergulhar de cabeça nessas coisas e por isso as mesmas são chamadas de “coisas profundas de Satanás” — ver Apocalipse 2:24 

II. Tolerando o pecado em Nossas Vidas.

A. Como já dissemos antes, o diabo não precisa de um arsenal muito grande e sofisticado de armas, porque o coração humano, desde o princípio, depois da queda, tem se inclinado para o mal desde a sua mocidade e pecados como idolatria e imoralidade servem muito bem para nos afastarem de Deus: 
Gênesis 6:5 
Viu o SENHOR que a maldade do homem se havia multiplicado na terra e que era continuamente mau todo desígnio do seu coração. 
Gênesis 6:12 
Viu Deus a terra, e eis que estava corrompida; porque todo ser vivente havia corrompido o seu caminho na terra. 
Gênesis 8:21 
E o SENHOR aspirou o suave cheiro e disse consigo mesmo: Não tornarei a amaldiçoar a terra por causa do homem, porque é mau o desígnio íntimo do homem desde a sua mocidade; nem tornarei a ferir todo vivente, como fiz. 
B. As coisas começam a degringolar realmente, quando começamos a tolerar o erro, como estava acontecendo na igreja em Tiatira. 
C. Seguir falsos ensinamentos para cometer pecados é realmente um retrocesso na vida cristã, nós temos que seguir a Jesus Cristo, onde podemos encontrara a verdadeira liberdade: 
João 8:36 
Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.

III. O Conselho de Cristo para Uma Igreja Nessa Situação.

A. Jesus conhece tudo, o tempo todo. Não adianta tentar se fugir ou esconder, ou camuflar o que fazemos, porque ele conhece tudo. Note sua frase tão enérgica acerca disso dito aos cristãos em Tiatira em Apocalipse 2:19. 
B. Jesus é nosso supervisor celestial. Como o sol, nada pode fugir do seu calor! Certamente a crítica de Jesus tinha a ver com o fato de que muitas dessas práticas pecaminosas estavam sendo realizadas em secreto, como se Ele não fosse capaz de saber das mesmas. Quanta ingenuidade! 
C. Mas Cristo sabia de tudo. Esse é o motivo para ele se apresentar a essa igreja da forma que faz em Apocalipse 2:18. 
D. Os olhos de Cristo penetravam as densas trevas por trás das quais tais práticas eram cometidas e suas palavras nos demonstram sua ardente indignação.
Conclusão:

A. Qual era o problema dos cristãos em Tiatira? Porque eles toleravam o pecado? Ao que parece eles tinham uma consciências muito fraca, sem convicção e eram fracos, do ponto de vista moral, como o Rei Acabe de Israel também foi com relação às práticas de sua mulher. Essas fraquezas podem ser fatais.   

B. Existem muitas pessoas que pensam que apenas porque não podem ser vistas, podem estão viver da maneira que quiserem.

C. Mas o Senhor Jesus nos adverte que conhece tudo o que fazemos. Tanto as primeiras como as últimas coisas que fizemos:

Hebreus 4:13

E não há criatura que não seja manifesta na sua presença; pelo contrário, todas as coisas estão descobertas e patentes aos olhos daquele a quem temos de prestar contas.
D. Deus nos tem chamado para viver uma vida de santidade e não uma vida onde pensamos que podemos nos esconder dele e cometer pecados:

Efésios 4:1—3

1  Rogo-vos, pois, eu, o prisioneiro no Senhor, que andeis de modo digno da vocação a que fostes chamados,

2  com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor,

3  esforçando-vos diligentemente por preservar a unidade do Espírito no vínculo da paz.

OUTRAS MENSAGENS ACERCA DO APOCALIPSE: INTRODUÇÃO E CARTAS ÀS SETE IGREJAS

APOCALIPSE 1:1—20 — SERMÃO 001 — INTRODUÇÃO AO LIVRO DO APOCALIPSE

APOCALIPSE 1:1—20 — SERMÃO 002 — UMA VISÃO DE JESUS CRISTO — PARTE 001

APOCALIPSE 1:1—20 — SERMÃO 003 — UMA VISÃO DE JESUS CRISTO — PARTE 002

APOCALIPSE 2:1—7 — SERMÃO 004 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM ÉFESO — PARTE 001

APOCALIPSE 2:1—7 — SERMÃO 005 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM ÉFESO — PARTE 002

APOCALIPSE 2:8—11 — SERMÃO 006 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM ESMIRNA — PARTE 001

APOCALIPSE 2:8—11 — SERMÃO 007 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM ESMIRNA — PARTE 002

APOCALIPSE 2:12—17 — SERMÃO 008 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM PÉRGAMO — PARTE 001

APOCALIPSE 2:12—17 — SERMÃO 009 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM PÉRGAMO — PARTE 002

APOCALIPSE 2:12—17 — SERMÃO 010 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM PÉRGAMO — PARTE 003

APOCALIPSE 2:12—17 — SERMÃO 011 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM PÉRGAMO — PARTE 004

APOCALIPSE 2:12—17 — SERMÃO 012 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM PÉRGAMO — PARTE 005 FINAL

APOCALIPSE 2:18—29 — SERMÃO 013 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM TIATIRA — PARTE 001

APOCALIPSE 2:18—29 — SERMÃO 014 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM TIATIRA — PARTE 002

APOCALIPSE 2:18—29 — SERMÃO 015 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM TIATIRA — PARTE 003

APOCALIPSE 2:18—29 — SERMÃO 016 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM TIATIRA — PARTE 004

APOCALIPSE 2:18—29 — SERMÃO 017 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM TIATIRA — PARTE 005

APOCALIPSE 2:18—29 — SERMÃO 018A/B — UMA CARTA PARA A IGREJA EM TIATIRA — PARTE 006A/B

APOCALIPSE 3:1—6 — SERMÃO 019 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM SARDES— PARTE 001

APOCALIPSE 3:1—6 — SERMÃO 020 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM SARDES— PARTE 002

APOCALIPSE 3:1—6 — SERMÃO 021 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM SARDES— PARTE 003

APOCALIPSE 3:1—6 — SERMÃO 022 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM SARDES— PARTE 004

APOCALIPSE 3:1—6 — SERMÃO 023 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM SARDES— PARTE 005 — FINAL



Apocalipse 3:7—13 — SERMÃO 024 – UMA CARTA PARA A IGREJA EM FILADÉLFIA — PARTE 001

Que Deus abençoe a todos.  

Alexandros Meimaridis

PS. Pedimos a todos os nossos leitores que puderem que “curtam” nossa página no Facebook através do seguinte link:


Desde já agradecemos a todos.    

Nenhum comentário:

Postar um comentário