sexta-feira, 15 de abril de 2016

ESTUDO PARA CASAIS - 036 — SEXUALIDADE HUMANA: FATORES QUE NÃO PODEMOS ESQUECER — PARTE 005 — OS MALES QUE O ADULTÉRIO TRAZ



1. Sempre quando falamos do “pecado de Davi”, geralmente estamos nos referindo ao seu adultério com Bate-Seba. Mas como vimos no estudo anterior, quando Deus mandou o profeta Natã confrontar a Davi, a confrontação centrou-se não sobre o adultério e sim sobre a perversidade terrível que Davi havia imposto a Urias, o marido de Bate-Seba.

Ver estudo anterior por meio do link abaixo:


2. O que essa repreensão de Davi nos ensina? Ela nos ensina que nós precisamos nos arrepender, profundamente, especialmente nesses casos, do mal que causamos a outras pessoas. Mal esse que vai muito além do pecado de adultério em si.

3. Quando Deus deu o mandamento contra o adultério — ver Êxodo 20:14 — esse mandamento não foi colocado na primeira parte dos dez mandamentos, junto com os mandamentos que se referem à nossa responsabilidade para com Deus. Pelo contrário, o mesmo foi colocado na segunda parte, entre os mandamentos que tratam dos nossos relacionamentos com outros seres humanos.

4. Os dez mandamentos estão divididos em duas partes: 1) mandamentos 1—4 tratam do nosso relacionamento com Deus; e 2) mandamentos 5—10 tratam do nosso relacionamento uns com os outros. Esse é o motivo porque todos os dez mandamentos podem ser resumidos assim, conforme as palavras do Senhor Jesus, quando disse:

Mateus 22:37—40

37 Respondeu-lhe Jesus: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento.

38 Este é o grande e primeiro mandamento.

39 O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.

40 Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas.

5. O adultério é, portanto, uma transgressão da lei do amor que devemos nutrir uns pelos outros.

6. Em meu ministério encontrei muitos homens adúlteros, mas um deles se destaca, pela argumentação de que, mesmo admitindo que tinha adulterado — e muito — ele alegava que estava genuinamente apaixonado por todas aquelas mulheres. Ou seja, ele me disse: eu amava aquelas mulheres de verdade, então não posso ser acusado de ter transgredido contra o amor que devemos uns aos outros. Mas, o que ele não entendia é que o “amor” que ele sentia pelas mulheres, não era equivalente ao amor que devia aos maridos das mesmas!  

7. Por todos esses motivos o adultério é o pecado mais insensível, que é possível cometermos contra outra pessoa, seus direitos, interesses e sentimentos. E geralmente, as circunstâncias em meio das quais o adultério é cometido ou praticado não são isoladas e sim como um verdadeiro trem, cheio de segmentos. Isso serve apenas para tornar o mesmo ainda mais detestável e culpável.

8. Mas não é apenas o fato do mandamento contra o adultério aparecer na segunda parte dos dez mandamentos que é importante. Mais importante ainda é sua posição na segunda parte. O mesmo está colocado entre: 1) Não matarás; e 2) Não furtarás. Isso é uma clara indicação da seriedade com que Deus vê a prática do adultério. Em certo sentido, trata-se de um verdadeiro furto, que acontece quando algo é subtraído de alguém sem que a pessoa saiba. Assim o adultério subtrai de outra pessoa — seja homem ou mulher — sua alegria mais íntima, além da possível destruição do lar da outra pessoa. 

9. Não deve nos surpreender que Deus tenha um interesse tão ativo nesse aspecto da vida dos seres humanos, sentindo-Se pessoalmente envolvido na violação dos direitos sexuais de outro homem ou outra mulher.

10. Deus, de forma específica, se considera o verdadeiro vingador pessoal de todos esses casos, conforme podemos ler em —

1 Tessalonicenses 4:4—7

4 Que cada um de vós saiba possuir o próprio corpo em santificação e honra,

5 não com o desejo de lascívia, como os gentios que não conhecem a Deus;

6 e que, nesta matéria, ninguém ofenda nem defraude a seu irmão; porque o Senhor, contra todas estas coisas, como antes vos avisamos e testificamos claramente, é o vingador,

7 porquanto Deus não nos chamou para a impureza, e sim para a santificação.

8. E ainda outra vez, lemos o seguinte em —

Hebreus 13:4

Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula; porque Deus julgará os impuros e adúlteros.      

10. Para finalizar nosso estudo de hoje, devemos dizer que muitas vezes, quando uma pessoa alcança a satisfação de seus desejos num novo casamento é fácil esquecer o preço que teve que ser pago por isso. Não pelo adultero ou adúltera, mas por outras pessoas. Alguém teve que pagar o preço de perder sua companheira ou companheiro de uma vida inteira. Alguém certamente derramou muitas lágrimas durante longas noites de abandono. Alguém teve sua alegria roubada. Alguém teve seu lar despedaçado. Alguém foi deixado só, tendo que batalhar só. E o pior: crianças foram deixadas sem seu pai ou mãe.

Que Deus tenha misericórdia dos adúlteros e das adúlteras.


ESTUDOS ANTERIORES SOBRE O RELACIONAMENTO A DOIS

000 – NÃO DEIXE SEU CASAMENTO NAUFRAGAR

001 – DIFERENÇAS ENTRE O HOMEM E A MULHER – PARTE 1

002 – DIFERENÇAS ENTRE O HOMEM E A MULHER – PARTE 2

003 – NECESSIDADES E PROBLEMAS DA MULHER – PARTE 1

004 – NECESSIDADES E PROBLEMAS DA MULHER – PARTE 2

005 — NECESSIDADES E PROBLEMAS DO HOMEM — Parte 1

006 — NECESSIDADES E PROBLEMAS DO HOMEM — Parte 2

007 — NECESSIDADES E PROBLEMAS DO HOMEM — Parte 3

008 — NECESSIDADES E PROBLEMAS DO HOMEM — Parte 4

009 — NECESSIDADES E PROBLEMAS DO HOMEM — Parte 5

010 — NECESSIDADES E PROBLEMAS DO HOMEM — Parte 6

011 — NECESSIDADES E PROBLEMAS DO HOMEM — Parte 7 — Final

012 — O HOMEM COM GUARDADOR E CULTIVADOR DO CASAMENTO

013 — ENTENDENDO A SUBMISSÃO DO PONTO DE VISTA BÍBLICO

014 — ENTENDENDO QUE HOMENS E MULHERES SÃO IGUAIS, MAS DIFERENTES

015 — SEGREDOS, SEGREDOS, SEGREDOS: O MAIOR DE TODOS ELES

016 — COMO OS MARIDOS MAGOAM AS ESPOSAS – PARTE 1

017 — COMO OS MARIDOS MAGOAM AS ESPOSAS – PARTE 2

018 — COMO SER A MULHER QUE DEUS DESEJA QUE VOCÊ SEJA — PARTE 1

019 — COMO SER A MULHER QUE DEUS DESEJA QUE VOCÊ SEJA — PARTE 2

020 — COMO AMAR SUA MULHER DO JEITO QUE ELA GOSTARIA DE SER AMADA — Parte 1

021 — COMO AMAR SUA MULHER DO JEITO QUE ELA GOSTARIA DE SER AMADA — Parte 2

022 — COMO AMAR SUA MULHER DO JEITO QUE ELA GOSTARIA DE SER AMADA — Parte 3

023 — CONFLITOS QUE PREJUDICAM O CASAMENTO — PARTE 001 — O CIÚME

024 — CONFLITOS QUE PREJUDICAM O CASAMENTO — PARTE 002 – AS MULHERES E O RELACIONAMENTO COM SEUS PAIS

025 — CONFLITOS QUE PREJUDICAM O CASAMENTO — PARTE 003 – ELEVANDO NOSSO GRAU DE TOLERÂNCIA

026 — CONFLITOS QUE PREJUDICAM O CASAMENTO — PARTE 004 – CUIDANDO DAS NECESSIDADES DO OUTRO PARA EVITAR O DIVÓRCIO

027 — A INCOMPATIBILIDADE NO CASAMENTO PARTE 001 — LIDANDO COM O CÚME

028 — A INCOMPATIBILIDADE NO CASAMENTO PARTE 002

029 — A INCOMPATIBILIDADE NO CASAMENTO PARTE 003

030 — A INCOMPATIBILIDADE NO CASAMENTO PARTE 004

031 — A INCOMPATIBILIDADE NO CASAMENTO PARTE 005

032 — SEXUALIDADE HUMANA: FATORES QUE NÃO PODEMOS ESQUECER — PARTE 001

033 — SEXUALIDADE HUMANA: FATORES QUE NÃO PODEMOS ESQUECER — PARTE 002

034 — SEXUALIDADE HUMANA: FATORES QUE NÃO PODEMOS ESQUECER — PARTE 003

035 — SEXUALIDADE HUMANA: FATORES QUE NÃO PODEMOS ESQUECER — PARTE 004 — TRAZENDO CONVICÇÃO PARA UM CORAÇÃO ENDURECIDO

036 — SEXUALIDADE HUMANA: FATORES QUE NÃO PODEMOS ESQUECER — PARTE 005 — O MAL CAUSADO PELO ADULTÉRIO

037 — SEXUALIDADE HUMANA: FATORES QUE NÃO PODEMOS ESQUECER — PARTE 006 — A NECESSIDADE DE VERDADEIRO ARREPENDIMENTO EM CASOS DE ADULTÉRIO
038 — DIFERENÇAS FUNDAMENTAIS ENTRE AS NECESSIDADES DOS HOMENS E DAS MULHERES
Alexandros Meimaridis

PS. Pedimos a todos os nossos leitores que puderem que “curtam” nossa página no Facebook através do seguinte link:

http://www.facebook.com/pages/O-Grande-Diálogo/193483684110775

Desde já agradecemos a todos         

Nenhum comentário:

Postar um comentário